Ir para o conteúdo
ou

Ramo Agropecuário

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Blog

31 de Janeiro de 2013, 0:00 , por Rede Ola.coop.br - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Sistema OCEB na 52ª ExpoConquista

6 de Março de 2018, 13:45, por Iasmin Santana - 0sem comentários ainda

Divulgacao stand expoconquista



Cooperativas Agropecuárias da Bahia fortalecem a intercooperação

5 de Fevereiro de 2018, 13:09, por Portal Bahia Cooperativo - 0sem comentários ainda

 

O Fórum Baiano das Cooperativas Agropecuárias tem se fortalecido a cada dia com a integração de cooperativas do ramo agropecuário do segmento do agronegócio para ampliar a intercooperação e o acesso aos mercados baiano, nacional e internacional.

Uma das estratégias do Fórum, que tem o apoio do Sistema OCEB, é a realização de encontros para rodadas de negócios e intercâmbios. Já aconteceram três encontros e o último foi em Luís Eduardo Magalhães/BA, nos dias  24 e 25 de janeiro de 2018. A escolha de LEM, como também é conhecida, não foi por acaso, já que a cidade baiana está situada na região oeste, principal polo de produção de grãos, onde se produz a totalidade da soja baiana, 97% do algodão e cerca de 75% do milho produzido no estado (Fonte: Correio 24h), e abriga importantes cooperativas do ramo agropecuário.

Representantes da Cooperativa Agropecuária do Oeste da Bahia - Cooproeste; Cooperativa de Produtores Rurais da Bahia - Cooperfarms; Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense - Coopmac; Cooperativa Agrícola de Gandu Ltda - Coopag; Cooperativa Ouro Verde Bahia - Cooperverde; Cooperativa Ser do Sertão  - Coopsertão e da Cooperativa Agrária de Cafeicultores de São Gabriel - Cooabriel, do Sistema OCB, OCEB e SESCOOP/BA participaram do encontro.

A programação favoreceu a troca de experiências e conhecimentos por meio das apresentações institucionais da Cooabriel, Cooproeste e Cooperfarms, em que foram descritos os modelos de negócios e a organização do quadro social dessas cooperativas. Samuel Fontes, gerente coorporativo administrativo-financeiro da Cooabriel, que tem sua sede no Espírito Santo, destacou o papel da Cooabriel na cafeicultura de Conilon no Brasil e a grande relevância que as unidades dessa cooperativa na Bahia têm nesse contexto.

A reunião também oportunizou o relato de Jaymilton Gusmão sobre a sua participação na “Missão de Prospecção de Boas Práticas em Cooperativismo na Espanha”, quando conselheiros do Sistema OCEB conheceram a experiência exitosa do cooperativismo em Mondragón [Saiba mais sobre a missão].

Forum ramo agro encontro 3 4

Os participantes aproveitaram os conteúdos das apresentações para debater sobre assuntos estratégicos relacionados ao desenvolvimento das cooperativas baianas do agronegócio e para elaborar projetos voltados para a realização de negócios, considerando estudos de viabilidade e sinergia entre as cooperativas. Mas o encontro extrapolou os debates temáticos e proporcionou visitas técnicas de campo em duas fazendas, uma com foco na cadeia produtiva da carne bovina e a outra na produção de grãos, e também às unidades da Cooproeste e Cooperfarms. Vale ressaltar que o prefeito de LEM marcou presença nessa etapa da programação.

“O terceiro encontro do Fórum foi de concretização das ideias lançadas nos outros dois encontros, pois foram tratados pontos fundamentais que irão nortear as ações das cooperativas envolvidas”, destacou Carlos Meurer, Diretor do Ramo Agropecuário na OCEB.

O último momento do evento foi dedicado ainda à aprovação do Regimento de funcionamento do Fórum, que ajudará a dar transparência nas ações.

Confira fotos do encontro clicando aqui.

Por ASCOM SESCOOP/BA (Com informações do site da Cooabriel)

Mais notícias publicadas sobre o encontro:

http://blogbraga.com.br/m/Noticia/sistema-oceb-sescoop-ba-promove-forum-para-discutir-o-fortalecimento-do-agronegocio-na-regiao-oeste/41042

http://jornalnovafronteira.com.br/lem-sistema-oceb-sescoop-ba-promove-forum-para-discutir-o-fortalecimento-do-agronegocio-na-regiao-oeste/

 



Novo encontro do Fórum Baiano das Cooperativas do Agronegócio

16 de Agosto de 2017, 13:52, por Iasmin Santana - 1Um comentário

O Fórum Baiano das Cooperativas do Agronegócio realizou novo encontro, no dia 11 de agosto, e contou com a participação de gestores de cooperativas do Agronegócio da Bahia, registradas no Sistema OCEB; representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA e do Adapta Sertão. A reunião aconteceu em Salvador, após o primeiro encontro do Fórum realizado em maio deste ano, e proporcionou troca de experiências e encaminhamentos importantes para a consolidação do fórum.

 

O presidente do Sistema OCEB, Cergio Tecchio, deu as boas-vindas aos participantes relembrando o interesse do SESCOOP/BA e da OCEB em integrar as cooperativas do ramo agropecuário do segmento do agronegócio para fortalecer a intercooperação e ampliar as estratégias de acesso ao mercado baiano, nacional e internacional, superando, por exemplo, desafios climáticos das diferentes regiões do estado.

 

E para tratar sobre o tema mudanças climáticas, Valdirene dos Santos e Joselito Barbosa foram convidados para socializar a experiência exitosa do Adapta Sertão, aliança de organizações que atuam no semiárido nordestino e desenvolvem estratégias e tecnologias sociais para que famílias de agricultores continuem a produzir alimentos mesmo nos períodos de estiagem. O projeto também viabiliza a atuação das cooperativas, pois os agricultores podem comercializar seus produtos via cooperativas, movimentando o comércio da região. Os participantes parabenizaram as ações do Adapta Sertão e demonstraram o apoio a iniciativas que contribuem para a geração de trabalho e renda para os agricultores familiares.

Dando continuidade à programação, os representantes do MAPA fizeram uma apresentação sobre o Programa de Comércio Eletrônico para o Pequeno e Médio Produtor Rural: Plataforma e-commerce Agro Mais. Eles explicaram o porquê da criação da plataforma, que é uma ferramenta de negócios voltada para atender o pequeno e médio produtor; mostraram as principais funcionalidades de uso da plataforma e informaram que essa etapa de apresentação é importante para ouvir os potenciais interessados pelo produto, como os que atuam nas cooperativas agropecuárias interagindo com produtores rurais. Após a exposição, o grupo participante pode sanar dúvidas e apresentar sugestões para a plataforma.

 

Durante a tarde, os participantes dialogaram com o Diretor Executivo da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado de Santa Catarina - FECOAGRO, Ivan Ramos, que apresentou a experiência da federação, desde a sua origem até os dias atuais. A FECOAGRO reúne 10 cooperativas singulares e uma central e presta serviços nas áreas de compras conjuntas dos principais insumos agrícolas e produtos de abastecimento, distribuídos pelas filiadas aos seus associados. Ivan destacou que a FECOAGRO está praticando e estimulando a integração e a intercooperação em Santa Catarina e que o trabalho de comunicação que é feito por eles atinge diversos canais (TV, rádio, redes sociais) e dá grande credibilidade ao cooperativismo no estado.

O último momento do evento foi dedicado à aprovação das Diretrizes Orientadoras do Fórum Baiano, além da formação da comissão que vai elaborar o Regimento Interno desse coletivo e da definição de agenda do fórum para o próximo ano. Para Jaymilton Gusmão, presidente da Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense - COOPMAC, o evento foi bastante proveitoso e as perspectivas de fortalecimento do fórum são muito positivas.

Por Ascom SESCOOP/BA



Cooperativas agropecuárias baianas se reúnem em LEM

21 de Julho de 2015, 11:24, por André Felipe - 0sem comentários ainda
Cooperativas agropecuárias baianas se reúnem em LEM

O sistema cooperativista baiano possui hoje, mais de 535 cooperativas registradas em 10 ramos de atuação. No setor agropecuário, esse número representa 55 cooperativas, o que coloca o segmento na segunda posição em porcentuais de cooperativas ativas junto ao Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado da Bahia (Oceb).

Para fortalecer o setor, o Sistema Oceb inovou e implantou para 2014, o Encontro Estadual das Cooperativas do Ramo Agropecuário, uma iniciativa para discutir assuntos pertinentes e de interesse comum da atividade agropecuária, que permite, sobretudo a intercooperação e a troca de experiência.

Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano, foi a cidade escolhida para sediar a primeira edição do Encontro, realizada na última quinta-feira, 16. Na pauta, ações e linhas de crédito às cooperativas agropecuárias e produtores rurais com a participação de representantes do BNDS (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e da Desenbahia (Agência de Fomento do Estado da Bahia), além da implantação de um Fórum de Dirigentes Cooperativistas do Agronegócio Baiano, semelhante ao que acontece no estado do Mato Grosso. A proposta é que as cooperativas operem entre si, aumentando o nível de cooperação, formarem redes de negócio com o ganho de escala que possibilite uma representatividade maior no mercado, melhorando sua eficiência e a renda do cooperado. Ao total, 25 representantes de 15 cooperativas do ramo participaram do Encontro, que também contou com visitações técnicas às cooperativas Cooproeste e Cooperfarms.

O presidente da Oceb, Cergio Tecchio, definiu o encontro como “um dia de compartilhamento de experiências e de modelos cooperativistas diferentes. Esse encontro marca um novo ciclo no cooperativismo agropecuário baiano. É momento das cooperativas se unirem e juntas pensarem em novos projetos para o ramo na Bahia e também para futuros negócios compartilhados”, disse.

“A concordância do grupo pela criação do fórum de cooperativas agropecuárias baianas, sem dúvida, trará sinergia e novas oportunidades de negócio. Com as forças de cada um vamos suprimir muitas fraquezas do setor e crescimento será coletivo”, completou Carlos Meurer, diretor executivo da Cooperfarms e membro conselheiro da Oceb no ramo agropecuário.

 

DSC00937

 

Fonte: Site da Cooperfarms

 



Representantes das cooperativas do Ramo Agropecuário da Bahia discutem desenvolvimento do setor rural no Estado

17 de Julho de 2015, 18:32, por André Felipe - 0sem comentários ainda

O município de Luis Eduardo Magalhães, localizado a 942 km de Salvador, foi sede do Encontro das Cooperativas do Ramo Agropecuário na Bahia, evento que reuniu 25 representantes de 15 cooperativas, para debater assuntos importantes para o mercado agropecuário na Bahia. O Encontro abordou o financiamento do agronegócio, desafios à competitividade, caminhos para o desenvolvimento do setor rural na Bahia e a importância da criação do Fórum de Dirigentes do Ramo Agropecuário da Bahia.

A abertura do Encontro foi feita pelo Diretor do Ramo Agropecuário da OCEB, Carlos Meurer, juntamente com o Presidente do Sistema OCEB, Cergio Tecchio. O Presidente apresentou a situação atual e propostas do Sistema, além de dados inéditos sobre o ramo. “O Encontro do Ramo é uma oportunidade das cooperativas discutirem ações estratégicas do Ramo Agropecuário na Bahia” disse o Tecchio.

Logo após, representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), José Lamartine Távora Jr., e da Agencia de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Helder Falk, apresentaram as propostas das instituições representadas para as cooperativas do ramo agropecuário. Para Falk, o Encontro foi um bom começo para iniciar boas parcerias em negócios, entre as cooperativas e a Desenbahia.

No decorrer do evento, foi acordada a criação de um Fórum de Dirigentes do Ramo Agropecuário da Bahia com o objetivo de promover um intercâmbio para conhecer as diversas realidades das cooperativas do estado, bem como discutir assuntos de interesse em comum. Durante a discussão os representantes de cooperativas que estiveram presentes já se prontificaram a mobilizar outras cooperativas do ramo.

No segundo momento do Encontro as cooperativas COOPROESTE e COOPERFARMS abriram as portas e receberam os participantes em suas sedes para um intercâmbio de experiências que enriqueceu ainda mais o evento. “Hoje nós tivemos uma aula de cooperativismo na prática com as experiências destas duas cooperativas”, concluiu Cergio Tecchio.

“Hoje nós tivemos um grande crescimento na doutrina do cooperativismo. Nada mais humano e sustentável do que ele. Passei por quatro tipos de biomas para chegar aqui, na fronteira agrícola, para essa incrível troca de experiências, aprendizado e colher mais cooperativismo” relatou Jaymilton Gusmão Filho, Presidente da COOPMAC. “Agora é hora de colher os acertos para a COOPMAC, pois no cooperativismo não tem receita bolo, mas sim um foco, onde quem vai nos guiando são os nossos cooperados. Parabéns para o Sistema OCEB por essa atenção que nos fez colher bons frutos”, finalizou.