Ir para o conteúdo
ou

Este perfil não tem posição geográfica registrada.
Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Blog

18 de Setembro de 2014, 8:46 , por Rede Ola.coop.br - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Acompanhe aqui, o dia a dia da Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia - Cooperfarms, com sede em Luís Eduardo Magalhães, oeste do Estado. À todos, uma ótima leitura!

Estratégia articulada por cooperados reduz custo na aquisição de combustível

11 de Julho de 2018, 20:30, por Cátia Andreia Dörr - 0sem comentários ainda

Para driblar a crescente alta nos custos de produção, a Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms) montou uma estratégia para a aquisição de óleo diesel, a partir de uma demanda levantada pelos próprios cooperados, que tem, não só reduzido os custos na propriedade rural, mas também otimizado o gerenciamento das atividades dentro da porteira.

A partir de um sistema, estruturado em conjunto com distribuidoras e Transportadoras- Revendedoras-Retalhistas (TRRs) de combustíveis contatadas, é feita uma cotação semanal conforme as demandas dos associados que se encaixam nas regras de armazenamento previstas pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Segundo o presidente da Cooperfarms, Marcelo Kappes, a ideia nasceu de uma conversa entre cooperados afim de driblar os altos custos de insumos e, a própria política interna de preços dos combustíveis praticada no Brasil.  “É uma medida simples, porém muito eficaz que garantirá uma economia significativa ao final da safra”, disse Kappes.

Na propriedade do cooperado Ricardo Neves, na região de Rosário, o índice de custo por litro, já na primeira aquisição, foi - 4%. Segundo ele, a variação de preço entre os distribuidores e TRRs é bem significativa, e através desta iniciativa é possível fazer uma análise semanal das melhores condições de mercado para o período. “É um processo fácil que nos dá mais agilidade dentro da propriedade, sem quaisquer riscos em termos de qualidade do produto e prazo de entrega”, defendeu Neves.

“Outro ponto que observamos e que reduz o custo por litro é a logística até a fazenda. Quando o cooperado identifica a demanda de um ou mais cooperados vizinhos consequentemente, o valor do frete também reduz, otimizando inclusive, o prazo de entrega”, explicou Kappes. Ainda segundo ele, “os cooperados que ainda não aderiram ao novo serviço podem procurar o departamento comercial da Cooperativa e formalizar o ingresso no sistema”, ressaltou.

“Nossa experiência revelou uma economia de R$ 0,06 por litro, mas sabemos que os resultados poderão ser ainda maiores, de até R$ 0,15 por litro, se nos organizarmos dentro da propriedade em termos de estrutura, logística e em gestão de controle”, enfatizou o cooperado, André da Veiga, mentor da ideia e produtor rural na região de Luís Eduardo Magalhães.



LACEM de Luís Eduardo Magalhães será ponto de campanha de doação de sangue

11 de Julho de 2018, 20:28, por Cátia Andreia Dörr - 0sem comentários ainda

Lacem lem

Após uma vistoria técnica intermediada pela coordenadora administrativa da Unidade de Coleta e Transfusão (UCT) da Fundação Hemoba no Município de Seabra, Veronica Oliveira Batista, a comissão organizadora da segunda edição da campanha de doação de sangue e cadastro de medula óssea Doar Faz Bem, recebeu nesta terça-feira, (10), a confirmação do espaço do Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) de Luís Eduardo Magalhães como local da iniciativa.

A campanha liberada pelas cooperativas agrícolas de Luís Eduardo Magalhães: Cooperfarms (Cooperativa do Produtores Rurais da Bahia), Unibahia (Sociedade Cooperativa Unibahia) e Cooproeste (Cooperativa Agropecuária do Oeste da Bahia) e a de crédito, Sicredi, acontecerá nos dias 14 a 17 de agosto, 7h30min às 15h, com o apoio da Hemoba, prefeitura municipal de Luís Eduardo Magalhães e Clínica São Camilo.

A iniciativa integra o programa nacional Dia C (Dia de Cooperar) - uma agenda estratégica do cooperativismo brasileiro, que tem como objetivo executar a responsabilidade social, colocando em prática os valores e os princípios cooperativistas por meio de ações voluntárias, alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), reconhecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Em 2017, foram coletadas 265 bolsas de sangue e o cadastro de 75 novos doadores de medula óssea. Neste ano, a comissão organizadora, além de aumentar a meta de doação para 350 bolsas, incentivar o cadastro de medula óssea e ofertar os serviços gratuitos de aferição da pressão arterial e de tipagem sanguínea, também abraçará mais uma causa: a campanha de doação de órgãos - Coopere com a Vida, liderada pelo Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado da Bahia (OCEB) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado da Bahia (SESCOOP/BA).



Cooperfarms Seguros é lançado durante a Bahia Farm Show

7 de Junho de 2018, 18:35, por Cátia Andreia Dörr - 0sem comentários ainda

Cooperfarms seguros e lancado durante a bahia farm show
A Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms) oficializou na manhã desta quinta-feira (07), durante a décima quarta edição da Bahia Farm Show - maior feira agrícola norte nordeste do país, um novo serviço aos cooperados: Cooperfarms Seguros, uma parceria com a Next Marka Corretora de Seguros, com expertise e foco em seguro agrícola há mais de 30 anos, com sede em Porto Alegre/RS.

A Cooperfarms Seguros, especializada na gestão de risco, chega no momento em que a Cooperativa passa por processo de expansão e fidelização na área de atuação, principalmente com a adesão de iniciativas que asseguram a sustentabilidade da atividade agrícolas de seus cooperados, diante as inúmeras mudanças no cenário agrícola, conforme destacou o presidente, Marcelo Kappes.

“A implantação deste novo serviço deu-se a partir de uma visão estratégica e de gestão adotada pela Cooperativa neste semestre, o qual visa o seu crescimento no mercado em diversas frentes de atuação, sobretudo diante da entrada de novos players no mercado de distribuição de insumos agrícolas”, ressaltou.

Através do Cooperfarms Seguros com operações exclusivas de dentro da Cooperativa, o cooperado encontrará garantias e condições especiais em seguros corporativos voltado ao agronegócio, entre eles, de armazenagem de algodão, inclusive a céu aberto, armazenagem de grãos, seguro para máquinas e equipamentos agrícolas, além de seguros patrimonial, residencial, de vida e saúde, entre outros. “A ideia é ampliarmos gradativamente o portfólio de serviços e produtos Cooperfarms, visando a redução dos custos de produção de nossos associados e o fortalecimento da receita da Cooperativa”, concluiu Kappes.

Além do anúncio do novo serviço, a Cooperfarms está presente na Bahia Farm Show com todo time da área comercial com condições especiais em negociações para fertilizantes, sementes e químicos, em um espaço reservado exclusivamente ao cooperativismo em parceria com o Consórcio Cooperativo Agropecuário Brasileiro (CCAB) e o agente financeiro, Sicredi.

A feira estende-se até o sábado (09) e para ter acesso é cobrado o ingresso no valor de R$15,00, dos quais 20% serão revertidos para o Hospital do Oeste, por meio do programa “Ingresso Solidário”.

A Bahia Farm Show é organizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), com o apoio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Fundação Bahia, Associação dos Revendedores de Máquinas e Equipamentos Agrícolas do Oeste da Bahia Ltda. (Assomiba) e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.



Área comercial da Cooperfarms ganha reforço na equipe

4 de Maio de 2018, 16:35, por Cátia Andreia Dörr - 0sem comentários ainda

Leandro

A contratação do engenheiro agrônomo, Leandro Araújo dos Santos para atender as demandas da área comercial da Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms)- efetivo desde a última quarta-feira, 02/05, chega no momento em que a cooperativa prospecta novos negócios em diversas frentes de trabalho.

Leandro é formado pela Faculdade Dr. Francisco Maeda (FAFRAM) de Ituverava/SP e desde 2007, reside em Luís Eduardo Magalhães, atuando como assistente técnico de grandes multinacionais sobretudo, os últimos dez anos dedicados a companhia Syngenta, passando por todos os clusters comerciais, desde a distribuição, OTO e Cia Agrícola, e há oito, no atendimento técnico comercial nas carteiras de clientes da Cooperfarms.

Com MBA em Gestão Comercial e Desenvolvimento de Pessoas pela Fundação Dom Cabral e a vasta experiência profissional no cenário agrícola da região, Leandro afirma que chega para somar ao time Cooperfarms, agora no atendimento direto ao cooperado. “Assumir esse desafio é se colocar mais perto do produtor. É entender seus gargalos e buscar alternativas que agregam valor aos seus negócios, contudo, mais agilidade na gestão da cadeia de suprimentos agrícolas oferecida pela Cooperfarms aos associados” disse.

Leandro atuará no departamento comercial nas áreas de defensivos agrícolas, fertilizantes e sementes.



Cooperativas agropecuárias baianas buscam sinergia para melhorar a eficiência e a renda do cooperado

18 de Abril de 2018, 17:21, por Cátia Andreia Dörr - 0sem comentários ainda

  Img 8115

Na última quarta-feira (11) o presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms) Marcelo Kappes, acompanhado do diretor Tesoureiro, Marcelino Kuhnen e dos diretores executivo e comercial, André de Oliveira e Odair de Aguiar, respectivamente, participaram na sede da Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense Ltda (Coopmac) em Vitória da Conquista, de mais uma reunião estratégica do Fórum Baiano das Cooperativas do Agronegócio.

A ideia do Fórum é aumentar a sinergia entre as cooperativas baianas e futuramente, após reconhecidas suas particularidades e generalidades, operar entre si, aumentando o nível de cooperação e o ganho de escala no mercado, melhorando a eficiência e a renda do cooperado.

Neste primeiro momento, as cooperativas ainda estão fase de intercooperação institucional, buscando entender o modo de gestão e o gerencial de cada cooperativa, uma vez que o fórum reúne cooperativas agrícolas de diversas regiões produtoras do Estado.

Atualmente, o sistema cooperativista baiano possui 216 cooperativas registradas em 8 ramos de atuação. No setor agropecuário, esse número representa 36 cooperativas, o que coloca o segmento na quarta posição em porcentuais de cooperativas ativas junto ao Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado da Bahia (Oceb).

O próximo encontro deverá acontecer em setembro, em Salvador.