Ir para o conteúdo
ou

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Blog

31 de Janeiro de 2013, 0:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

A cooperativa de crédito é uma instituição financeira formada por uma associação autônoma de pessoas unidas voluntariamente, com forma e natureza jurídica próprias, de natureza civil, sem fins lucrativos, constituída para prestar serviços a seus associados.

Assim, essa comunidade online é um ambiente digital voltado para promoção e diálogos sobre esse ramo do Cooperativismo.


 


Sicoob finaliza 2017 com 19,2% de crescimento em ativos

18 de Fevereiro de 2018, 9:52, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

O patrimônio líquido alcançou R$ 18,7 bilhões, uma alta de 14%

O maior Sistema de Cooperativas Financeiras do Brasil, Sicoob, divulga seu balanço do exercício de 2017. Os ativos totais somaram R$ 90,4 bilhões, um crescimento de 19,2% em relação ao ano anterior. Com aumento de 15% no resultado financeiro, a marca contabilizou R$ 2,78 bilhões contra R$ 2,42 bilhões em 2016. Já o patrimônio líquido alcançou R$ 18,7 bilhões, um incremento de 14% ante R$ 16,4 bilhões registrados em 2017.

No período, as operações de crédito apresentaram variação positiva de 11,4%, passando de R$ 38,5 bilhões para R$ 42,9 bilhões. Os financiamentos rurais e agroindustriais totalizaram R$ 12,3 bilhões, resultado 7,3% superior a 2016. A taxa média de juros praticada pelas cooperativas do Sicoob no crédito pessoal foi de 2,2% ao mês (29,7% ao ano), enquanto no mercado a média foi de 3,1% ao mês (44,3% ao ano).

Em depósitos totais, o Sicoob registrou acréscimo de 16,3%, alcançando R$ 55,7 bilhões versus R$ 47,9 bilhões referente ao ano anterior. Nos depósitos à vista a expansão foi de 28,4% e nos depósitos a prazo foi registrado crescimento de 13,9%. Já nos depósitos de poupança a evolução foi de 22,9%.

O Sicoob remunerou em R$ 720 milhões o capital social dos cooperados. Os cooperados também foram beneficiados com aumento da capilaridade regional e pontos de atendimento, com o incremento de 165 novas agências, totalizando 2.697 pontos de atendimento, sendo que em cerca de 200 municípios o Sicoob é a única instituição financeira presente. Ao todo são mais de 1,2 milhão de brasileiros que não eram atendidos pelo sistema bancário tradicional, elevando a inclusão financeira por meio do cooperativismo financeiro.

Outros avanços

Em dezembro de 2017 o Sicoob passou a ser a quinta maior rede de atendimento no Brasil, com 2.697 agências. Enquanto as instituições financeiras tradicionais fecharam mais de 1.400 agências, o Sistema expandiu 5,7% em 2017 comparado com o ano anterior.

Paralelo ao crescimento da rede de atendimento, o Sicoob alcançou a marca histórica de 4 milhões de cooperados no final de 2017. Desse total, cerca de 30% são Millennials (também conhecidos como geração Y). A evolução foi de 12,8% em relação ao ano de 2016, o que representa 456 mil novos cooperados.

A instituição ainda contribuiu para a redução do desemprego no País, movimento contrário à realidade brasileira, ao expandir em 7,9% os postos de trabalho. Atualmente o Sicoob gera 37,7 mil empregos diretos em sua área de atuação.

Em consonância com as tendências do mercado, o Sicoob investiu R$250 milhões em tecnologia durante o ano de 2017. Além disso, as transações em canais digitais já representam 71% do total de operações do Sicoob, denotando os avanços tecnológicos do Sistema.

O crescimento do setor é atribuído a fatores relacionado à solidez e o reconhecimento da população das vantagens e diferenciais oferecidos pelas cooperativas como taxas mais baixas, participação nos resultados, amplo portfólio de produtos e serviços, entre outros. “O cooperativismo é um sistema vantajoso, a movimentação financeira é menos onerosa ao correntista, não temos tantas tarifas como no sistema financeiro tradicional, as cooperativas praticam a política do melhor juro, é mais baixo para quem toma e mais alto para quem aplica. Além disso, as cooperativas estão inseridas regionalmente e os resultados da instituição retornam para a região onde a cooperativa atua”, destaca Henrique Castilhano Vilares, presidente do Sicoob.

Reconhecimento

O Sicoob também foi reconhecido como o 39º maior grupo empresarial do Brasil pelo anuário Melhores e Maiores da Revista Exame. O ranking tem como base as informações financeiras de grandes empresas do País, por meio de levantamento de demonstrações contábeis com o parecer de auditores independentes. Além disso, ocupou a 1ª colocação entre os grupos empresariais que mais cresceram por receita no setor de finanças no Anuário Valor Grandes Grupos.

Sobre o Sicoob

O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) possui 4 milhões de cooperados em todo o país e está presente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. É composto por 466 cooperativas singulares, 16 cooperativas centrais e a Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob (Sicoob Confederação). Integram, ainda, o Sistema, o Banco Cooperativo do Brasil do Brasil (Bancoob) e suas subsidiárias (empresas de: cartões, consórcios, DTVM, seguradora, previdência) provedoras de produtos e serviços especializados para cooperativas financeiras. A rede Sicoob é a quinta maior entre as instituições financeiras que atuam no país, com 2.697 pontos de atendimento. As cooperativas inseridas no Sistema oferecem aos associados serviços de conta corrente, crédito, investimento, cartões, previdência, consórcio, seguros, cobrança bancária, adquirência de meios eletrônicos de pagamento, dentre outras soluções financeiras.

Mais informações acesse: www.sicoob.com.br

Share on:
WhatsApp

O post Sicoob finaliza 2017 com 19,2% de crescimento em ativos apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Sicredi é destaque no ranking do BC em projeção de inflação

8 de Fevereiro de 2018, 12:00, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

O Banco Central do Brasil (BC) divulgou nesta quarta-feira, 31 de janeiro, o ranking das instituições Top 5 de 2017, participantes do Sistema Expectativas de Mercado, com as projeções econômicas mensais mais consistentes ao longo do ano passado. Participam do ranking mais de 100 organizações, incluindo as maiores instituições financeiras do país e consultorias de economia. O Sicredi – instituição financeira cooperativa com 3,7 milhões de associados e atuação em 21 estados brasileiros – figura na segunda colocação no ranking sobre inflação, estando presente tanto nas categorias Atacado (IGP) quanto na de Consumidor (IPCA).

As classificações anuais são feitas a partir dos rankings mensais de curto e médio prazos, divulgados ao longo dos últimos 12 meses, atribuindo-se, a cada mês, notas que variam de zero (para o maior desvio em relação ao resultado mensal efetivo) a dez (para o menor desvio em relação ao resultado mensal efetivo) e, então, calculando-se a média das notas mensais.

Sobre o Sicredi
O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,7 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 21 estados*, com mais de 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br.

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Share on:
WhatsApp

O post Sicredi é destaque no ranking do BC em projeção de inflação apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Copom reduz juro básico para 6,75% ao ano, menor taxa desde 1986

7 de Fevereiro de 2018, 20:52, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

Corte é o 11º seguido na Selic e acontece na primeira reunião do Copom em 2018. Em ata da reunião, Banco Central aponta para fim do ciclo de redução da taxa.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira (7) a redução da taxa básica de juros da economia, que passou de 7% para 6,75% ao ano. A decisão já era esperada pelo mercado.

Este foi o 11º corte consecutivo na Selic, que alcançou o menor patamar já registrado desde o início do regime de metas de inflação, em 1999. Também é a menor taxa de juros de toda a série histórica do BC, iniciada em 1986.

A expectativa do mercado, colhida pelo Banco Central e divulgada no relatório Focus na segunda-feira, aponta para uma estabilidade dos juros a partir de agora. Os analistas preveem que a Selic permanecerá em 6,75% ao ano até o fim de 2018, o que significaria o fim o ciclo contínuo de redução da taxa, iniciado em outubro de 2016.

Fim do ciclo de cortes

No documento em que comunica a decisão, o Copom informou que, dado o cenário atual, o mais adequado é encerrar o ciclo de redução da Selic.

“Para a próxima reunião, caso o cenário básico evolua conforme esperado, o Comitê vê, neste momento, como mais adequada a interrupção do processo de flexibilização monetária”, diz o comunicado.

A próxima reunião do Copom será em 21 de março. O comitê ressalta que possíveis mudanças no cenário econômico até esta data podem levar a um novo corte dos juros.

“Essa visão para a próxima reunião pode se alterar e levar a uma flexibilização monetária moderada adicional, caso haja mudanças na evolução do cenário básico e do balanço de riscos. O Copom ressalta que os próximos passos da política monetária continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos, de possíveis reavaliações da estimativa da extensão do ciclo e das projeções e expectativas de inflação”, diz o texto.

Fonte: G1

Share on:
WhatsApp

O post Copom reduz juro básico para 6,75% ao ano, menor taxa desde 1986 apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Sicoob passa a ser a quinta maior rede de atendimento do país

7 de Fevereiro de 2018, 20:30, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

Sistema também registrou marca histórica de 4 milhões de cooperados.

O Sicoob passou a ser a quinta maior rede de atendimento no Brasil, com 2.697 agências. Enquanto as maiores instituições financeiras diminuíram o número de pontos de atendimento, o Sistema expandiu 5,7% em 2017 comparado com o ano anterior.

Em 2017, o Sicoob inaugurou 165 agências em 141 Municípios brasileiros. Destes, 71 Municípios não possuíam agências do Sicoob. Nos últimos seis anos o crescimento da rede de atendimento foi de 29%.

Aliado a capilaridade do Sistema, o Sicoob também cresceu em número de cooperados alcançando a marca histórica de 4 milhões. Em 2017, a evolução foi de 12,8% em relação ao ano de 2016, o que representa 456 mil novos cooperados.

O aumento do número de cooperados pode ser atribuído a expansão da rede de atendimento, a maior difusão do cooperativismo no Brasil, e principalmente pela busca das pessoas por juros mais baixos e investimento mais rentáveis. Além disso, o Sicoob conta com um portfólio completo de produtos e serviços e aplicativos que facilitam a vida dos cooperados.

A expansão no número de cooperados foi expressiva em todas as regiões do país com destaque para as regiões Sudeste e Sul, que juntas somaram mais de 380 mil cooperados, equivalente a 84,2% do crescimento total.
A evolução no número de cooperados Pessoa Física foi de 10,6%. Já os cooperados Pessoa Jurídica tiveram um incremento de 26,4%.

Sobre o Sicoob – O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil, Sicoob, possui 3,8 milhões de cooperados em todo o país e está presente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. É composto por 475 cooperativas singulares, 16 cooperativas centrais e a Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob (Sicoob Confederação). Integram, ainda, o Sistema, o Banco Cooperativo do Brasil do Brasil (Bancoob) e suas subsidiárias (empresas/entidades de: meios eletrônicos de pagamento, consórcios, DTVM, seguradora e previdência) provedoras de produtos e serviços especializados para cooperativas financeiras. A rede Sicoob é a sexta maior entre as instituições financeiras que atuam no país, com mais de 2,6 mil pontos de atendimento. As cooperativas integrantes do Sistema oferecem aos cooperados serviços de conta corrente, crédito, investimento, cartões, previdência, consórcio, seguros, cobrança bancária, adquirência de meios eletrônicos de pagamento, dentre outras soluções financeiras.

Mais informações acesse: www.sicoob.com.br

Share on:
WhatsApp

O post Sicoob passa a ser a quinta maior rede de atendimento do país apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Banco Central promove 5ª Semana Nacional de Educação Financeira

7 de Fevereiro de 2018, 19:30, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

A Estratégia Nacional de Educação Financeira é uma mobilização multissetorial em torno da promoção de ações de educação financeira no Brasil.

O Banco Central do Brasil promoverá, de 14 a 20 de maio, em Brasília, a 5ª Semana Nacional de Educação Financeira, que tem por objetivo fomentar a Estratégia Nacional de Educação Financeira (Enef), por meio da promoção de diversas ações educacionais.

Na primeira edição da Semana Enef, ocorrida em 2014, foram realizados mais de 170 eventos, presenciais ou online, em 21 cidades de 17 estados brasileiros e DF. Em 2017, contou com 1.826 ações – presenciais e online –, aumento de 75% em relação ao ano anterior, com a participação de 1,9 milhão de pessoas, em 3.781 eventos.

Sobre Educação Financeira

A educação financeira tem como objetivo conscientizar o indivíduo sobre a importância do planejamento financeiro, para que desenvolva uma relação equilibrada com o dinheiro e decisões acertadas sobre finanças e consumo.

Quando o cidadão entende os fatores que influenciam suas escolhas financeiras, consegue equilibrar seus desejos imediatos com suas necessidades de longo prazo. Um dos efeitos disso é o aumento do hábito de poupar, outro importante pilar da educação financeira. E todos saem ganhando, já que cidadão financeiramente educado contribui para o bem-estar coletivo, seja porque essa qualificação resulta em um sistema financeiro mais sólido e eficiente, seja porque cada pessoa tem melhores condições para lidar com emergências e momentos difíceis da vida.

Conheça mais sobre a Estratégia Nacional de Educação Financeira no endereço: www.vidaedinheiro.gov.br. Lá você encontrará também diversas ferramentas e matérias gratuitas, além de links para os sites de todos os membros do Conef.

Sobre o Enef

A Estratégia Nacional de Educação Financeira – Enef – é uma mobilização multissetorial em torno da promoção de ações de educação financeira no Brasil. A estratégia foi instituída como política de Estado de caráter permanente, e suas características principais são a garantia de gratuidade das iniciativas que desenvolve ou apoia e sua imparcialidade comercial.

O objetivo da Enef, criada através do Decreto Federal 7.397/2010, é contribuir para o fortalecimento da cidadania ao fornecer e apoiar ações que ajudem a população a tomar decisões financeiras mais autônomas e conscientes. A estratégia foi criada através da articulação de sete órgãos e entidades governamentais e quatro organizações da sociedade civil, que juntos integram o Comitê Nacional de Educação Financeira – Conef.

Os programas da Enef são guiados pelo Plano Diretor, sua deliberação e seus anexos, documentos que consolidam a atuação da Estratégia Nacional de Educação Financeira. As ações da Enef são compostas pelos programas transversais e setoriais, coordenados de forma centralizada, mas executados de modo descentralizado.

Fonte: Enef e www.sicoobsc.com.br Foto: Visual Hunt free

Share on:
WhatsApp

O post Banco Central promove 5ª Semana Nacional de Educação Financeira apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Categorias

Gestã de Pessoas em Cooperativas, Desenvolvimento territorial, Finanças Solidárias, Crédito, Crédito e finanças
Tags deste artigo: crédito finanças banco cooperativa