Ir para o conteúdo
ou

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Blog

31 de Janeiro de 2013, 0:00 , por Rede Ola.coop.br - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

A cooperativa de crédito é uma instituição financeira formada por uma associação autônoma de pessoas unidas voluntariamente, com forma e natureza jurídica próprias, de natureza civil, sem fins lucrativos, constituída para prestar serviços a seus associados.

Assim, essa comunidade online é um ambiente digital voltado para promoção e diálogos sobre esse ramo do Cooperativismo.


 


Dia Mundial do Cooperativismo de Crédito é celebrado no dia 18 de outubro, com bons resultados no Brasil e em Minas Gerais

18 de Outubro de 2018, 11:25, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

“Encontre Prosperidade em uma cooperativa de crédito”. Este foi o tema escolhido pela Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito – Confebras para celebrar o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito (DICC). Este ano, a data mais importante do calendário cooperativista financeiro, comemorada na terceira quinta-feira do mês de outubro, será celebrada no dia 18 de outubro.

A iniciativa, criada a 70 anos pelo Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (World Council of Credit Unions – Woccu), tem como objetivo firmar a essência do poder transformador de realidades que o modelo cooperativista confere ao sistema financeiro. Com um conjunto de produtos e serviços atraentes e preços e taxas competitivos, o sistema cooperativista de crédito vem conquistando cada dia mais adeptos e se destacando ano após ano, com números expressivos, em todo o mundo. Mais de 235 milhões de pessoas são associadas às cooperativas de crédito, nos seis continentes. Estima-se que cerca de 68.000 cooperativas financeiras oferecem serviços bancários e contribuem com a prosperidade dos seus cooperados em 109 países.

Conforme dados do Sistema OCB, atualmente, o Brasil conta com 929 cooperativas crédito, que movimentaram R$ 200 bilhões. O segmento atende, hoje, cerca de 8,5 milhões de brasileiros, sendo que as cooperativas chegam a 105 municípios brasileiros que não possuem nenhum outro atendimento financeiro.

Em Minas Gerais, o setor movimentou R$ 18 bilhões – um crescimento de 7,1% em relação ao período anterior. O Estado conta com 1.197.170 cooperados (um aumento de 79 mil no último ano), 187 cooperativas de crédito, com 751 postos de atendimento, distribuídos em 485 municípios. As cooperativas de crédito foram responsáveis por 38,7% de toda a movimentação econômica do cooperativismo mineiro em 2017. Os dados constam no 13º Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro, publicado pelo Sistema Ocemg.

O ramo Crédito apresentou um crescimento de 82,7% em seu patrimônio líquido nos últimos cinco anos, alcançando o montante de R$ 4,9 bilhões. Em ativos totais, as cooperativas mineiras de crédito alcançaram um aumento de 97,7% no período, além da expansão de 58,6% no capital social. No que diz respeito às sobras, o ramo crédito apresentou uma alta de 61,9%, totalizando R$ 447 milhões nos últimos cinco anos.

De acordo com o presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato, os preceitos sólidos e éticos das cooperativas de crédito permitem que o sistema cresça à margem do cenário econômico. “Uma das principais vantagens do cooperativismo de crédito é a sua capilaridade, já que as cooperativas de crédito, muitas vezes, são as únicas instituições financeiras presentes em determinadas localidades”, afirma.

Vantagens sobre o sistema convencional

Conta corrente, cartões de crédito e de débito, operações diversas, financiamentos, linhas de crédito e muitos outros serviços. As cooperativas guardam muitas semelhanças com os bancos comerciais, mas os diferenciais que contam a favor do sistema cooperativo são significativos. “Os cooperados são mais que clientes, são os donos do ‘negócio’ e participam das decisões – isso, aliás, é uma das maiores vantagens que o sistema cooperativo proporciona e um dos principais pontos de atratividade para expansão do setor”, afirma Scucato.

Os usuários das linhas de crédito se beneficiam de taxas diferenciadas e da redução de tarifas, sem falar das aplicações e de sua rentabilidade atrativa. O desempenho das instituições financeiras cooperativas se deve à forte atuação local e regional e proximidade de seus cooperados mesmo neste importante período de dificuldades, mantendo os estímulos ao desenvolvimento e o apoio às comunidades em que estão inseridas.

O sistema cooperativo de crédito é assegurado por um fundo garantidor – o Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop), que garante a cobertura de até R$ 250.000,00 por CPF ou CNPJ para recuperar os depósitos ou créditos das operações financeiras em caso de intervenção ou liquidação extrajudicial.

Share on:
WhatsApp

O post Dia Mundial do Cooperativismo de Crédito é celebrado no dia 18 de outubro, com bons resultados no Brasil e em Minas Gerais apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Ativos totais da UNICRED chegam a R$ 11,9 bi em agosto

18 de Outubro de 2018, 11:20, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

A UNICRED fechou o mês de agosto com um crescimento de 13,2% nos ativos totais, ante o mesmo período do ano passado, totalizando R$ 11,9 bilhões. “Nosso crescimento é resultado de um trabalho forte na consultoria financeira a nossos cooperados de forma a oferecer o melhor crédito e o melhor investimento”, afirma o CEO da Unicred no Brasil, Fernando Fagundes. De acordo com o executivo, as operações de crédito tiveram um incremento de 12,6% e alcançaram o valor de R$ 5,4 bilhões, em relação ao mesmo mês de 2017. “No mesmo período, nossa liquidez chegou ao patamar de R$ 6,1 bilhões, um crescimento de 10,5%”, declara Fagundes. Outros números expressivos são os depósitos à vista, que cresceram 15,7% (R$ 1,3 bilhão), depósitos a prazo, que tiveram um incremento de 13,6% (R$ 8,5 bilhões), e o patrimônio líquido, que teve um salto de 10,2%, totalizando R$ 1,7 bilhão.

Share on:
WhatsApp

O post Ativos totais da UNICRED chegam a R$ 11,9 bi em agosto apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



No Peru, Cresol participa de Convenção de Cooperativa de Crédito

18 de Outubro de 2018, 11:15, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

Grupo da Cresol esteve em Cusco e Lima para reuniões estratégicas com cooperativas.

Durante a última semana o vice-presidente da Central Cresol Baser, Luiz Tomacheski, esteve acompanhado de um grupo de dirigentes e colaboradores da Cresol na XI Convenção Nacional das Cooperativas Ciderural do Peru, instituição que no mês de maio deste ano esteve visitando a sede da Cresol em Francisco Beltrão/PR.

Na convenção, a Cresol participou de painéis que abordaram o processo organizativo e serviços da Central Cresol Baser e sua organização nos processos de formação pelo Instituto Infocos. Esses mesmos pontos foram vistos por um pequeno grupo de dirigentes da cooperativa que estiveram na sede da Cresol no primeiro semestre deste ano.

De acordo com o Diretor do Instituto Infocos, José Vandresen, existe uma grande vontade por parte das cooperativas do Peru em formalizar uma parceria mais orgânica com a Cresol a partir dos temas abordados durante a convenção e que estão relacionados às ações estratégicas e os procedimentos operacionais realizados nas cooperativas Cresol.

Para o vice-presidente da Cresol, Luiz Tomacheski, o intercâmbio realizado nas cidades de Custo e Lima, proporcionou uma troca de informações que beneficiaram ambas as instituições. “A presença na convenção da Ciderual e nas demais agendas estratégicas que tivemos no Peru oportunizaram uma troca de informações que trouxe novidades para todas as instituições envolvidas, além de estreitar nosso relacionamento para futuras parcerias com as cooperativas do Peru”, disse o vice-presidente.

Além da Cooperativa Ciderural, o intercâmbio proporcionou a delegação da Cresol conhecer melhor a Cooperativa de Ahorro y Crédito Los Andes.

Share on:
WhatsApp

O post No Peru, Cresol participa de Convenção de Cooperativa de Crédito apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Sicredi celebra Dia Internacional das Cooperativas de Crédito

17 de Outubro de 2018, 0:34, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

No mês do Dia Internacional das Cooperativas de Crédito, em fase de transformação digital, instituição financeira cooperativa comemora conquistas e resultados positivos do 1º semestre de 2018.

Na terceira quinta-feira de todo o mês de outubro é celebrado o Dia Internacional das Cooperativas de Crédito. Comemorado neste ano em 18 de outubro, a data tem por objetivo destacar a contribuição das cooperativas de crédito em todo o mundo para tornar realidade os sonhos pessoais e profissionais dos seus associados, além de valorizar propósitos que fazem parte da essência do cooperativismo. Dentro desse contexto, o Sicredi – instituição financeira cooperativa que tem suas raízes ligadas ao surgimento do cooperativismo de crédito no Brasil – tem contribuído, há mais de 115 anos, para o crescimento sólido e sustentável do segmento. Atualmente, o Sicredi conta com mais de 3,8 milhões de associados em 22 estados brasileiros e no Distrito Federal.

Para marcar a data em 2018, o Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (World Council of Credit Unions – Woccu, na sigla em inglês) anunciou o tema “Encontre prosperidade em uma cooperativa de crédito”. A ideia é provocar a reflexão sobre uma jornada próspera, cheia de vida, paz, saúde, tranquilidade e riqueza. É também um momento, no caso das cooperativas de crédito brasileiras, de celebrar o crescimento do segmento, que tem como motor o poder da cooperação para a realização de sonhos, necessidades e propósitos dos associados, que – literalmente – são donos do negócio, uma vez que participam dos rumos das cooperativas e têm direito à distribuição igualitária dos resultados.

Cooperativismo de crédito no mundo e Brasil

A abrangência internacional das cooperativas de crédito é evidenciada pelo Woccu. Em 2016, a entidade internacional representativa registrou 235 milhões de associados, 68 mil cooperativas de crédito, localizadas em 109 países de seis continentes. A taxa de penetração do segmento – que é calculada dividindo o número total de membros de cooperativas de crédito pela população em idade economicamente ativa – é de 74,47% na Irlanda, 52,61% nos Estados Unidos, 46,71% no Canadá, 17,65% na Austrália e 3,42% no Brasil.

Embora pequena, quando comparada a países da Europa e aos Estados Unidos, por exemplo, a participação das cooperativas de crédito no Sistema Financeiro Nacional (SFN) tem registrado um constante incremento. Segundo o Panorama do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo 2017, divulgado pelo Banco Central do Brasil (BC), o segmento passa por um processo contínuo de consolidação. Em dezembro de 2017, o estudo aponta um total de 9,6 milhões de associados no Brasil, crescimento de 8% em relação a dezembro de 2016, e a existência de 967 cooperativas de crédito singulares distribuídas pelo País, que contam hoje com quase 5 mil agências.

O documento do BC também aponta que o percentual de participação das cooperativas de crédito aumentou dentro do SFN. Em 2017, os ativos totais das cooperativas de crédito chegaram a R$ 178,50 bilhões, correspondendo a 2,15% nos ativos totais do Sistema Financeiro Nacional (eram 1,87% no panorama de 2016). O Patrimônio de Referência das cooperativas de crédito totalizou R$ 38,20 bilhões, representando 4,24% em relação ao Patrimônio do SFN. Já a carteira de crédito classificada das cooperativas de crédito alcançou R$ 95,90 bilhões, representando 2,81% na carteira de crédito classificada do SFN, enquanto que os depósitos totais das cooperativas de crédito chegaram a R$ 105,60 bilhões, 4,5% nos depósitos do SFN.

Resultados semestrais do Sicredi

De acordo com as Demonstrações Financeiras Combinadas do Sicredi no primeiro semestre de 2018, o resultado líquido da instituição financeira cooperativa no período cresceu 11% e seu patrimônio líquido registrou aumento de 17,1%, quando comparado ao primeiro semestre de 2017, totalizando, respectivamente, R$ 1,36 bilhão e R$ 13,8 bilhões. Já os ativos atingiram R$ 87,8 bilhões, crescimento de 20,6% no comparativo com o primeiro semestre de 2017.

Na captação, o Sicredi obteve um crescimento de 20,8% em depósitos totais na comparação com o mesmo período do ano passado, alcançando R$ 57,2 bilhões. No mesmo período, a poupança – um dos focos da instituição financeira cooperativa, tendo em vista que incrementa e auxilia a fomentar o crédito rural – teve um aumento de 49,9%, atingindo R$ 11,6 bilhões. Já a carteira de crédito totalizou R$ 45,7 bilhões, um incremento de 23,5% em relação ao mesmo período de 2017. A carteira de crédito rural fechou em R$ 17,5 bilhões no primeiro semestre de 2018, com crescimento de 14% em comparação ao mesmo período de 2017.

Mesmo com a ampliação da carteira de crédito, o índice de inadimplência do Sicredi manteve-se decrescente, com 1,51% (no primeiro semestre de 2017 era 2,04%). Vale ressaltar que, por conhecer melhor o associado e manter com ele uma relação na qual o associado é o dono do negócio, as cooperativas de crédito apresentam um menor índice de inadimplência, o que permite oferecer taxas melhores e condições para empréstimos, contribuindo decisivamente para o desenvolvimento regional.

O Sicredi conta, atualmente, com 116 cooperativas de crédito filiadas, presentes em 1.238 cidades, sendo que em 199 delas é a única instituição financeira presente.

O futuro é agora: transformação digital!

Neste momento de prosperidade, é importante também ressaltar a estratégia que o Sicredi coloca em prática voltada para sua transformação digital. A instituição financeira cooperativa está dando passos importantes nesse sentido para ser cada vez mais conectada com os associados de todos os perfis e regiões.

O projeto de transformação digital, que vai além de questões tecnológicas e passa também por mudanças culturais, vai trazer ainda mais benefícios aos associados ao tornar suas experiências de interação com o Sicredi ainda mais próximas e personalizadas, seja qual for o canal de relacionamento escolhido.

A bandeira do cooperativismo tem forte influência nessa jornada de transformação. Além das melhorias que estão sendo implementadas no âmbito organizacional, também nos produtos oferecidos, com sua participação mais ativa no ambiente digital, o Sicredi apresenta o cooperativismo de crédito a novos públicos. Como parte desse processo, a instituição financeira cooperativa lançou recentemente o Woop Sicredi, conta 100% digital desenvolvida para ser uma solução complementar, voltada para o autosserviço e baseada no novo core bancário (sistemas que processam os produtos e serviços), além do alinhamento com os rumos do negócio.

Com uma linguagem simples e descomplicada, o aplicativo visa atender pessoas conectadas, jovens de espírito, por meio da oferta de serviços financeiros digitais na plataforma. Nele, é possível associar-se e criar uma conta digital, sem papel; ter acesso à conta corrente com pagamentos de contas de consumo e transferências; poupança; limites e créditos; cartão 100% digital; autenticação digital; programa de fidelidade e organizador financeiro.

Outras conquistas: expansão nacional

Paralelo ao processo de transformação digital, o Sicredi também segue investindo na abertura de novas agências em âmbito nacional estando, assim, alinhada ao conceito de presença nacional com atuação regional, valorizando a proximidade com os associados e com as comunidades.

De junho de 2017 a junho de 2018, o Sicredi registrou um aumento em seu número de agências, passando de 1.534 a 1.611 agências em todo o Brasil. Este ano, foram inauguradas 71, entre elas, as agências no Distrito Federal e em Minas Gerais, marcando a entrada do Sicredi nessas duas unidades federativas.

Sobre o Sicredi
O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,8 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.600 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br.
*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Share on:
WhatsApp

O post Sicredi celebra Dia Internacional das Cooperativas de Crédito apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



“Fazedores” é o tema da nova campanha do Sistema Ailos

17 de Outubro de 2018, 0:34, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

Através de documentários, o projeto conta a história de cooperados que fazem a diferença nas comunidades onde estão inseridos.

Incluir, fazer o bem e proporcionar momentos de integração e aprendizagem para todos. Foram esses objetivos que motivaram o Sistema Ailos a criar a campanha Fazedores. Nela, as histórias de cooperados de quatro entidades sem fins lucrativos são relatadas: Trapamédicos, The Green Place Park – ambos de Blumenau (SC) -, Surfe Sem Fronteiras e Associação Novo Alvorecer, de Florianópolis (SC). Elas fazem a diferença nas cidades e bairros onde estão inseridas.

A narrativa foi feita por meio de um documentário que pode ser acessado através do hotsite, redes sociais e Youtube. Ele possui cerca de 20 minutos. Versões mais curtas do material também serão veiculadas nas cidades de abrangência do sistema.

O coordenador de comunicação e marketing da instituição, Rodrigo Dellagiustina, explica que a campanha é parte da divulgação da nova marca do Sistema Ailos. “Nosso objetivo é fortalecer a comunidade fazendo com que os cooperados sejam protagonistas da transformação. O cooperativismo de crédito traz um movimento de mudança e é isso que representa nossa essência”, comenta.

Para o presidente do Conselho de Administração do Sistema Ailos, Moacir Krambeck, o papel da cooperativa é contribuir não só com os cooperados, como também com o meio em que eles vivem. “Nós entendemos que pessoas que colocam a mão na massa e realmente transformam as comunidades precisam ser valorizadas. Essas quatro histórias podem servir como impulso para que mais gente entenda que, com a sua contribuição, vamos acelerar o processo de um mundo melhor”, destaca.

As histórias

Os relatos dos diretores dos Trapamédicos, The Green Place Park, Surfe Sem Fronteiras e Associação Novo Alvorecer são emocionantes. O primeiro teve início apenas com duas pessoas, entre elas a idealizadora Adriana Kreibich da Costa, mais conhecida como Dra. Biscoito. Hoje são cerca de 70 voluntários que trocam suas roupas do dia a dia para se transformarem em palhaços. A grande motivação é proporcionar a transformação no ambiente onde estão crianças e adultos internados nos hospitais de Blumenau (SC).

Focada no empreendedorismo social e cultural, nasceu em 2013 o The Green Place Park. Jackeline Oliveira realizou o sonho de unir cultura, entretenimento, cidadania e colaboração em um único local. São cerca de 600 voluntários que se dividem para tornar realidade o complexo de ação multicultural com a prática de esportes, atrações musicais, cursos e workshops para a comunidade. O espaço é voltado para todas as idades.

Um acidente mobilizou os movimentos de um braço do surfista Fidel Teixeira Lopes, mas não a vontade de continuar. Ele superou as dificuldades e hoje coordena o Surfe Sem Fronteiras ajudando pessoas com deficiência a surfar. Através do mar eles têm uma experiência de inclusão e são motivados a enfrentar os obstáculos da vida.

Já Luciane Vieira dos Santos Machado, viu na música uma ferramenta de transformação. Ela deu início à Associação Novo Alvorecer, onde há 23 anos atende cerca de 60 crianças e há sete criou a escola de música O Som da Alvorada. Nela, uma orquestra com 20 alunos é comandada pelo Maestro Carlos Alberto Vieira. O trabalho teve início com apenas cinco violinos doados pela cooperativa Credcrea e hoje conta com 55 violinos, cinco violoncelos e quatro violas. Ao final do ano os pequenos músicos fazem uma apresentação, onde toda a verba da bilheteria é dividida entre eles para incentivá-los ainda mais.

 

Sobre o Ailos
Constituído em 2002, o Sistema Ailos conta com mais de 665 mil cooperados, 13 cooperativas, mais de 175 postos de atendimento e R$ 6,6bilhões em ativos. Com atuação nos três estados do Sul do país, possui mais de 2,5 mil colaboradores. As cooperativas que compõem o SistemaAilos são: Viacredi, AcrediCoop, Credifiesc, Acentra, Credelesc, Transpocred, Credifoz, CredCrea, SCRcred, Evolua, Credicomin, Crevisc e Viacredi Alto Vale.

Share on:
WhatsApp

O post “Fazedores” é o tema da nova campanha do Sistema Ailos apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Categorias

Gestão de Pessoas em Cooperativas, Desenvolvimento territorial, Finanças Solidárias, Crédito, Crédito e finanças
Tags deste artigo: cooperativa finanças banco crédito