Ir para o conteúdo
 

Blog RSS feed

ou
Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Blog

31 de Janeiro de 2013, 0:00 , por Rede Ola.coop.br - | 1 pessoa seguindo este artigo.
Licenciado sob CC (by)

Adoção de novas tecnologias na educação, oportunidade ou desafio?

14 de Dezembro de 2018, 12:35, por Renata Amoedo - 0sem comentários ainda

 

412241 pea211 543

 Fonte da imagem: <a href='https://br.freepik.com/vetores-gratis/conceito-de-educacao-moderna-com-design-plano_2916224.htm'>Designed by Freepik</a>

Um dos principais desafios no cenário educacional da atualidade é a adoção das novas tecnologias. Isso porque, o acesso à informação possibilita que os alunos não dependam somente das aulas para o processo de aprendizagem.

O professor, que nunca será substituído por essas novas tecnologias, deve assumir o papel de orientador, contribuindo para que o aluno aprenda a selecionar as informações mais relevantes, possibilitando-os de fazer a diferença no futuro.

Diante deste contexto, o uso de interações em mídias sociais no ambiente educacional tem crescido nos últimos anos, mas ainda é preciso gerenciá-lo muito bem, pois segundo o relatório "2018 Global Digital" o brasileiro passa mais de 3 horas e meia por dia nas redes sociais.

Se os alunos passam horas nas redes sociais, a escola deve ocupar um espaço por lá também. Alguns educadores vão além e utilizam as redes sociais e tecnologias na própria sala de aula com o auxílio de dispositivos móveis, por exemplo, tornando o ambiente mais interativo e fazendo com que o estudante se identifique mais com o conteúdo.

Aulas mais interativas, mais dinâmicas e que adotam recursos tecnológicos para promover discussões tendem a despertar mais interesse dos estudantes.

De fato, lidar com as mudanças na educação nem sempre é uma tarefa fácil. No entanto, os educadores devem estar preparados para enfrentá-las, já que as transformações são inevitáveis.



IV Workshop de Pesquisa e Extensão Onda Digital e IV Fórum Interdisciplinar sobre Formação Docente com Tecnologias

11 de Dezembro de 2018, 18:20, por Renata Amoedo - 0sem comentários ainda

Photo4925090345113462815

Do dia 12 a 14 de dezembro acontece o IV Workshop de Pesquisa e Extensão Onda Digital & o IV Fórum Interdisciplinar sobre Formação Docente com Tecnologias. O Workshop tem o objetivo de promover discussões acerca da atuação das tecnologias para promoção da inclusão social e afirmação das diversidades a partir da pesquisa e da extensão universitária, e formação tecnológico-social para desenvolvimento de competências e difusão da ciência e da tecnologia.

Confira mais em http://www.workshopondadigital.ufba.br/



Mas afinal, o que são redes sociais de nicho?

23 de Novembro de 2018, 20:57, por Renata Amoedo - 0sem comentários ainda

 

787790 150 01

Imagem: <a href="https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/fundo">Fundo vetore desenhado por Iconicbestiary - Freepik.com</a>

Quando se fala em mídias sociais, logo pensamos nas redes mais populares e em evidência como Facebook, Twitter, LinkedIn e Instagram. Ao tentar promover uma discussão qualificada em tais mídias sobre uma temática específica, as postagens acabam se perdendo entre fotos de amigos e vídeos engraçados. As discussões em redes sociais de nicho costumam ser mais relevantes, profundas e frequentes.

Nichos são pequenos grupos de pessoas que possuem um interesse ou necessidade bastante específicos. As redes sociais de nicho têm como objetivo reunir essas pessoas e propiciar um ambiente em que elas possam interagir e trocar informações relacionadas apenas àquele assunto. Os temas são variados e as possibilidades infinitas, desde economia solidária, cooperativismo a amantes de software livre.

As redes sociais de nicho permitem que a sua organização se comunique com o seu público-alvo — é a segmentação da segmentação. Nesses canais, os usuários costumam estar mais abertos ao diálogo e a conhecerem novas pessoas e opiniões, justamente porque estão buscando mais informações sobre o tema em que possuem interesse.

Para empresas, principalmente de pequeno porte, as mídias sociais de nicho são ótimas alternativas, já que oferecem a possibilidade de trabalhar uma comunicação segmentada, criando um diálogo direto e eficaz com os usuários da marca. Desta forma, diminui-se o caminho que a mensagem percorre até o receptor, aumentando seu poder de engajamento, participação e persuasão.

Como criar uma rede social de nicho?

Em vez de ficar brigando num oceano cheio de pessoas e de marcas, seja ouvido e estabeleça a sua marca em uma rede qualificada. O Noosfero é o carro chefe da Colivre: uma plataforma sobre a qual a sua organização pode ter a própria rede social.

O Noosfero é uma plataforma web livre para provedores autônomos de redes sociais e sites 2.0, com características que permitem uma fácil adaptação do sistema para as mais variadas necessidades de comunicação por meio da criação de redes sociais, sites e blogs na Internet

. Com essa plataforma livre, uma organização/empresa pode deixar de ser apenas "usuária" e passar a ser provedor de uma rede social e de sites 2.0 ao mesmo tempo.

Visite nosso site e conheça nossos cases: http://colivre.coop.br/cases/

Ficou ainda mais interessado? O atendimento colaborativo e direto com os sócios cooperados, profissionais qualificados com ampla experiência de mercado e acadêmica, e prontos para atendê-lo de forma personalizada (atendimento pelo dono em toda questão técnica).

Fale conosco: http://colivre.coop.br/contato/

 



O Brasil foi representado pela Colivre na V Cumbre Cooperativa de Las Américas

29 de Outubro de 2018, 2:52, por Vicente Aguiar - 0sem comentários ainda

Screenshot 2018 10 29 hashtag vcumbrecoop no twitter        

Entre os dias 23 e 26 de outubro de 2018, durante os eventos que integravam a V Cumbre Cooperativa de Las Américas, representantes de diversos países do continente americano se reuniram na capital da Argentina para discutir o papel da cooperação na solução dos desafios globais da atualidade.

Photo5085086960745293847

A Colivre representou o Brasil no "Foro de Tecnologias de la Información y Comunicación" que contou ainda com a presença de representantes do Uruguai, Argentina, Colômbia, Paraguai, Chile e Jamaica para propor e debater soluções cooperativas nos setores da Internet e Telecomunicações.


Photo5096233972836444126

Dentro do entendimento de que o desenvolvimento de tecnologias autônomas e do cooperativismo de plataforma é um eixo fundamental para concepções de  soluções para os atuais desafios globais, a Colivre apresentou o exemplo de intercooperação da Rede Olá, assim como de outras redes socias autônomas criadas a partir da plataforma livre Noosfero. A Rede Olá, que se propõem a ser uma rede social cooperativista, foi concebida pela Organização das Cooperativas do Estado da Bahia (OCEB) e viabilizada tecnicamente pela cooperativa Colivre. Para isso, a Olá utiliza o software livre Noosfero, reunindo funcionalidades de rede social, sites e um catálogo online das cooperativas baianas. 

Photo5096233972836444125

Além das redes sociais, outra importante temática discutida foi o mercado das telecomunicações e a experiência da Cámara de Cooperativas de Telecomunicaciones (CATEL): uma entidade sem fins-lucrativos criada a partir de uma rede entre cooperativas da Argentiva para prover serviços e tecnologias de telecomunicação.  

Photo5096233972836444124

 V Cumbre Cooperativa de Las Américas é um esforço do cooperativismo nas Américas para analisar a realidade, debater propostas e definir iniciativas conjuntas em função do desenvolvimento do cooperativismo como parte da comunidade internacional.

 

 

 



Colivre abre vaga para estágio para secretariado e administração

8 de Agosto de 2018, 18:33, por Feed RSS do(a) Colivre - 0sem comentários ainda

Secretariado

A Cooperativa de Trabalho em Tecnologias Livre - Colivre inicia processo seletivo para vaga de estágio para secretariado e administração. Para se candidatar à vaga é necessário estar cursando a partir do 3º semestre do curso de Secretariado Executivo ou Administração e ter disponibilidade para trabalhar 20 horas semanais, de segunda a sexta-feira no turno vespertino. Com foco em secretaria e administrativo, as atividades a serem desempenhadas no estágio são: gestão de arquivos, documentos, correspondências, atendimento telefônico, rotinas de secretaria, documentos financeiros, comunicação com a contabilidade, entre outras.

O valor da bolsa estágio é de R$ 600,00 + auxílio transporte. As pessoas interessadas na vaga devem enviar seus currículos para o e-mail contato@colivre.coop.br com o assunto [Estágio secretariado].

A Colivre é uma cooperativa que atua no ramo de tecnologia, especificamente desenvolvendo soluções para Internet, que já tem 12 anos de atuação no mercado, tendo realizado projetos de alcance nacional e internacional. O modelo de negócios da cooperativa se baseia nos princípios da Economia Solidária e do Software Livre.