Ir para o conteúdo
ou

Tela cheia

Bahia ganha Plano de Desenvolvimento do Cooperativismo e cartilha de orientação sobre segmento

16 de Dezembro de 2014, 8:16 , por Cergio Tecchio - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 147 vezes

 

A Bahia acaba de ganhar duas contribuições importantes para o segmento do Cooperativismo: o Plano Estadual para o Desenvolvimento 2015-2020 (que contempla tanto diretrizes estratégicas mais amplas, quanto as demandas por segmento cooperativista); e a cartilha educativa com informações importantes sobre o cooperativismo. A cartilha é parte integrante da Coleção Trabalho Decente, sob a responsabilidade da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

 

O lançamento dos trabalhos foi nesta segunda-feira, 15, à tarde, no auditório do Espaço Crescer da Setre, no CAB, com as presenças de representantes de várias instituições, dentre elas a Organização das Cooperativas Baianas (Oceb), União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes), Funcep, Desenbahia, Sebrae  e das secretarias de Educação e da Fazenda.

 

Publicações – Ao fazer um retrospecto de outras publicações editadas pelo Governo do Estado em benefício deste segmento, o secretário estadual do Trabalho e Esporte, Nilton Vasconcelos, lembrou de outras publicações como o “Catálogo das Cooperativas”, com o apoio da Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb); o “Estudo sobre o perfil das Cooperativas Baianas”, projeto do Observatório do Trabalho da Bahia (Setre-Dieese); e da Revista Bahia Análise & Dados da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).    

“Apesar de tudo, ainda estamos no começo da caminhada”, disse Nilton Vasconcelos, acrescentando, em seguida: “Vamos abrir uma nova fase de mobilização e sensibilização do cooperativismo em todo o Estado, difundindo os princípios do cooperativismo em reuniões transversais com outros setores”. O superintendente de Economia Solidária da Setre, Milton Barbosa, disse que o Plano de Desenvolvimento do Cooperativismo estreitou e tornou mais forte a relação entre os conselhos estaduais de Economia Solidária e do Cooperativismo. “Isto é fruto da atual gestão da Setre, que sempre buscou o consenso através do diálogo. Aprovamos um bom plano e asseguramos o compromisso de todos para sua execução”, destaca.

 

O superintendente Milton destacou que o próximo é colocar as metas do Plano de Cooperativismo no PPA 2015-2020 do Governo do Estado. “Este trabalho é que estamos sendo desafiados a fazer a partir de hoje”. O presidente da OCEB, Cérgio Techio, enalteceu o trabalho do secretário Nilton Vasconcelos à frente da Setre, e disse que pretende levar o plano para as reuniões regionais da sua instituição. O representante da Unicafes, José Paulo, reconheceu que o cooperativismo tem um longo trabalho pela frente “para se tornar mais visível à sociedade”.   

Cartilha – A Cartilha do Cooperativismo lançada nesta tarde é a décima edição que compõe a Coleção Trabalho Decente, de responsabilidade da Setre. Tem como objetivo contribuir para o fortalecimento do cooperativismo em nosso Estado, incentivando e orientando na sua organização; a regulamentação das cooperativas já existentes; e também contribuir para orientar aquelas que venham a se formar a partir de agora. 

Ascom Setre
12.12.2014


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

* campo é obrigatório

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.