Ir para o conteúdo
ou

Thin logo

Nenhum artigo selecionado ainda.
 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Cooperativismo baiano reforça campanha de conscientização sobre a doação de órgãos

26 de Setembro de 2018, 18:28 , por Iasmin Santana - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 55 vezes
Caminhada redeola

O mês de setembro é marcado por ações que destacam a importância da doação de órgãos no Brasil, fazendo alusão ao Dia Nacional da Doação de Órgãos, que é comemorado amanhã, dia 27 de Setembro. Pelo segundo ano consecutivo, o Sistema Cooperativista Baiano se integrou a essa mobilização nacional e levantou a bandeira do transplante de órgãos por meio da Campanha “Coopere com a Vida: Seja doador de órgãos e avise a sua família”.

 

FILA DE ESPERA

O estímulo à doação de órgãos na Bahia passou a ser parte da celebração do Dia de Cooperar do Sistema OCEB, que convocou as cooperativas baianas a aderirem à Campanha Coopere com a Vida, considerando que o estado apresenta índices de doação abaixo da expectativa nacional. De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB), por meio da Coordenação do Sistema Estadual de Transplantes (Coset), a fila de espera por órgãos é grande. Só na Bahia existem 1.633 pacientes cadastrados em lista de espera por um transplante de rim, fígado, coração, pulmão e córnea. A maioria aguarda pela doação de um rim - com 916 pacientes, seguido da doação de córnea, com 710. (Dados de Julho/2018).

 

VI CAMINHADA COOPERATIVISTA

O Dique do Tororó, um dos cartões postais de Salvador, foi o cenário da celebração do Dia C do Sistema OCEB, na manhã de primavera do último sábado (22). A 6ª edição da Caminhada Cooperativista Baiana - Pela Qualidade de Vida, Saúde e Meio Ambiente trouxe, novamente, como mote: “Coopere com a Vida: Seja doador de órgãos e avise a sua família”. O encontro contou com a participação de centenas de pessoas, que se uniram em torno de uma causa social: o incentivo à doação de órgãos, mostrando que atitudes simples, como informar ao familiar que é doador, são capazes de mudar a realidade de muita gente, em todos os cantos do país, que aguarda por um transplante.

O evento teve ainda as participações de representantes da Central de Transplantes do Estado e da Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado da Bahia - HEMOBA, que alertaram que a desinformação ainda é uma das grandes vilãs para a negativa familiar da doação de órgãos e da medula óssea.

 Caminhada redeola2

O presidente do Sistema OCEB, Cergio Tecchio, explicou o motivo das cooperativas abraçarem, desde 2017, a conscientização sobre esse assunto que impacta a vida de muitas pessoas: “Mesmo o estado tendo estrutura para fazer transplantes de órgãos, a doação é muito baixa. A pessoa fica na fila por anos, devido à falta de doadores. Sendo assim, resolvemos propor que o Dia C se propusesse a uma causa também nobre como o cooperativismo: a de conscientizar e incentivar a população baiana para conversar com suas famílias e se predispor à doação de órgãos”, relatou Tecchio.

A diretora administrativa da SICOOB Cooperbom - Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Funcionários do Grupo Walmart Ltda, Berenice Santana, falou que a paixão pelo Dia C a transformou em alguém que coloca o outro na frente das próprias prioridades. “Eu sou apaixonada por este evento. Faço parte desde a primeira edição e, depois que o tema passou a ser doação de órgãos, ganhou um significado diferente para mim. Apoiamos esta causa, não apenas no dia da caminhada, mas com palestras na cooperativa, disseminando e distribuindo panfletos, pois a conscientização é a chave para aumentar o número de doadores’’.

 

MOBILIZAÇÃO ESTADUAL

Uma grande rede de cooperação reuniu mais de 3.500 voluntários cooperativistas, em 65 cidades da Bahia, para esclarecer e mobilizar a população sobre a importância da doação de órgãos. No dia 21 de setembro cooperados, funcionários e dirigentes de cooperativas de diferentes ramos da Bahia promoveram palestras educativas, panfletagem, caminhada, mobilização por meio de redes sociais e canais de comunicação, com a intenção de chamar a atenção sobre umas das principais dificuldades apontadas pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO) para aumentar a lista de doadores: a recusa familiar à doação. Mais ações estão planejadas para acontecer ao longo dos próximos meses.

O Cooperativismo Baiano pretende continuar apoiando essa causa para ampliar a rede de solidariedade em torno da doação de órgãos, reforçando seu papel de colaborar para a qualidade de vida das pessoas. 

Acompanhe as matérias e fotos da mobilização das cooperativas e da Caminhada pelo Facebook do Sistema OCEB (https://www.facebook.com/SistemaOCEB/) e pela Rede Olá (http://ola.coop.br/diacbahia).

 

Por Ascom Sescoop/BA (Com informações do site Dia C Nacional)


Tags deste artigo: OCEB Sescoop/BA Sistema OCEB Doação de órgãos Coopere com a Vida qualidade de vida saude Caminhada Cooperativista DIA C

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

* campo é obrigatório

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.