Ir para o conteúdo
ou

Thin logo

Nenhum artigo selecionado ainda.
 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Conferência Woccu 2019: cooperativas baianas no maior encontro de cooperativas de crédito do mundo

5 de Agosto de 2019, 20:47 , por Iasmin Santana - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 18 vezes
Delegacao woccu2019

Objetivando desenvolver líderes de cooperativas de crédito do Estado da Bahia  o cooperativismo baiano marcou presença, mais uma vez,  na Conferência Mundial das Cooperativas de Crédito, evento promovido pelo Woccu (Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito), que aconteceu entre os dias 28 e 31 de julho, em Nassau, nas Bahamas, e reuniu cerca de 5 mil representantes de cooperativas de crédito de mais de 50 países. A delegação da Bahia foi composta por representantes de cooperativas de crédito singulares do Sistema Sicoob e Sicredi, e Sicoob Central BA.

 

RECONHECIMENTO

Um dos pontos altos da conferência foi a premiação concedida ao cooperativismo brasileiro, o Distinguished Service Award, em reconhecimento à atuação internacional em prol do desenvolvimento do cooperativismo de crédito. Criado para reconhecer contribuições destacadas para o desenvolvimento de cooperativas de crédito, o Distinguished Service Award é concedido anualmente na Conferência Mundial de Cooperativas de Crédito.  A honraria foi indicada pelo Sicredi ao Woccu por meio de um case que ilustrou a atuação nacional da OCB em países como Uganda, México, Equador e Cuba.

 

PROGRAMAÇÃO E DEPOIMENTOS

Considerado o maior encontro do segmento no mundo, a programação desta 15ª edição contemplou conteúdos relacionados ao cooperativismo e suas tendências, além de cases de inovação e melhores práticas, por meio de palestras e sessões de grupo ministradas por especialistas com reconhecimento internacional, sendo uma oportunidade ímpar de interconexão entre cooperativistas em nível mundial.

 

Woccu2019

Depois de participar de um evento com essa rica gama de informações, o grupo de cooperativistas baianos retornou com muitas reflexões a respeito dos desafios para a expansão do cooperativismo financeiro em um mundo em constante mudança. Confira os aprendizados e algumas impressões de quem esteve no evento:

 

“A conferência conectou cooperativas de crédito do mundo inteiro em torno de debates emergentes para a expansão do cooperativismo financeiro. Durante a conferência, fomos desafiados a pensar na criação e uso das tecnologias adaptáveis para melhor servir os associados, mesmo vivendo num contexto de inovações tecnológicas disruptivas. Um desafio que é comum às cooperativas financeiras em qualquer lugar do mundo é desenvolver um modelo de negócio que é eminentemente competitivo, fundamentado em valores e princípios da cooperação. Das muitas lições que trazemos na bagagem, destaco a de que em meio ao crescimento exponencial das tecnologias, as cooperativas financeiras precisam atentar-se para não ficar para trás, mas, ao mesmo tempo, não deixar ninguém pra trás. E não deixar ninguém para trás, implica em adaptar tecnologias que atendam às diferentes necessidades dos diferentes associados. Isso é inclusão movida pela equidade”. Maria Vandalva- Presidente do Conselho de Administração do Sicoob Coopere

“Temas como novas tecnologias, ter um bom banco de dados e inovação se misturaram com a preocupação com a segurança dos computadores nesse tempo em que as transações financeiras estão sendo, cada dia mais, realizadas desse jeito. Agora, o que mais me encantou foi a preocupação com a satisfação e encantamento do cliente, tão presente no nosso negócio. Temos que ir além e tratar cada cooperado de uma forma individualizada, nos antecipando às suas necessidades. Enfim, volto pra minha cooperativa com novos conhecimentos e com a mesma certeza: cooperar vale a pena”. Ricardo Amaral – Diretor Operacional da Sicredi Região Sul da Bahia

“Tive o sentimento de ter ampliado o meu conhecimento de forma significativa e que, com certeza, poderei aplicar a favor do nosso cooperativismo. É interessante destacar a Inteligência Artificial dentre os vários temas tratados na convenção como o mais relevante, pois aumenta a eficiência da cooperativa com análises preventivas, as quais antecipam fatos e situações, nos trazendo coletâneas de dados. Desta forma, passamos a influenciar mais associados/pessoas e desfrutar de uma maior segurança na tomada de decisões”. Vandevaldo Rios – Vice-Presidente Sicoob Central Bahia

“O Congresso Internacional nas Bahamas mostrou-se de grande aplicação prática ao trazer a experiência de diversas cooperativas de várias partes do mundo até nós.  Temas comuns a todos os cooperativistas, porém com visões em diferentes estágios, o que acaba facilitando, não só o entendimento, como aplicabilidade à nossa realidade. Temas cotidianos, desafios em comum e formas de superação compartilhadas. Realmente, esse ano o Woccu tratou de temas de alcance global”. Augusto Cesar Holmer – Presidente do Sicoob Credmed

“Os próximos passos para o futuro é ser transacional. O Woccu de 2019 continua alinhando as lideranças do cooperativismo de crédito no mundo inteiro, mostrando as tendências e as inovações. Nos mostrou que devemos ficar atentos à velocidade das mudanças, as revoluções bancárias: a primeira foi o banco online; a segunda foi o smartphone e a terceira, que chega com muita força, são os autofalantes inteligentes que acessam o banco/cooperativa sem as mãos, apenas pela voz; tudo é muito rápido e funcional. As cooperativas dentro das suas bases de cooperados devem segmentar para melhor agregar, conhecer, potencializar, atuar fortemente nessa área, principalmente onde os bancos não estão interessados”.  Arnóbio Rios – Presidente do Sicoob Sertão

“Inovação e desenvolvimento das techs na coleta e tratamento dos dados. "Dados valem mais do que petróleo", segundo uma das palestrantes, Pippa Malmgren. Ainda segundo ela, se não nos interessarmos sobre as novas tecnologias e acompanharmos as techs e suas inovações, as techs vão se interessar por nós e por nosso negócio! O quinto princípio do cooperativismo também foi muito explorado e esse tem tudo a ver com o Sescoop: educação, formação e informação. A grande necessidade hoje em divulgar o cooperativismo, sua filosofia e seus valores!” Miguel Calmon – Presidente Sicredi Salvador

“Sempre mostrando novos caminhos para continuarmos a nossa luta de um mundo cooperativo mais forte e abrangente para nossas comunidades. Ficou claro que o nosso foco deve ser as comunidades que não dispõe de serviços financeiros e, cada vez mais, abrigar nas cooperativas os menos protegidos economicamente. O nosso maior adversário continua sendo a desconfiança. É preciso praticar intensamente a intercooperação, independente dos sistemas, e focar no imenso mercado que temos para conquistar com aplicação dos nossos princípios e valores”. Silvio Porto – Presidente do Sicredi Região Sul da Bahia

 

Por Ascom Sescoop/BA


Tags deste artigo: WOCCU

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

* campo é obrigatório

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.