Ir para o conteúdo
ou

Encontros de Alinhamento Estratégico

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Blog

31 de Janeiro de 2013, 0:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Agradecemos a sua participação no Encontro de Alinhamento Estratégico!

5 de Dezembro de 2017, 18:36, por Iasmin Santana - 0sem comentários ainda

Emkt alinhamento 2017



Sistema Cooperativista Baiano promove Encontro de Alinhamento Estratégico há oito anos

5 de Dezembro de 2017, 12:06, por Iasmin Santana - 0sem comentários ainda

Esse encontro tem se consolidado como um importante espaço de reflexão sobre o cooperativismo baiano

O Sistema Cooperativista Baiano reuniu sua estrutura de governança e lideranças cooperativistas nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro para realizar a oitava edição do Encontro de Alinhamento Estratégico. O evento contou com a participação de representantes do Sistema OCB; do conselho diretor, fiscal e de ética da OCEB; dos conselhos administrativo e fiscal do SESCOOP/BA; presidente, superintendente, gerentes, empregados e consultores da OCEB e do SESCOOP/BA, bem como dirigentes de cooperativas baianas.

Esse encontro tem se consolidado como um importante espaço de reflexão sobre o cooperativismo da Bahia e tem contribuído para “termos um direcionamento para trabalharmos juntos e apontarmos aonde queremos chegar”, destacou o presidente do Sistema OCEB, Cergio Tecchio, na sua fala de boas vindas. Ele também fez uma convocação para que todos defendam a bandeira do cooperativismo legal e do orgulho de ser cooperativista por fazer a diferença na vida dos associados e suas famílias, e na sociedade baiana.

DEBATE

A temática “Relacionamento da cooperativa com o(a) associado(a)” foi o mote do debate entre os participantes a partir da palestra de Marcos Antônio Zordan, Diretor de Agropecuária da Aurora Alimentos, que apresentou o case de sucesso da Cooperativa Central Aurora e afirmou diversas vezes que “a força do cooperativismo é muito grande”. Ele fez um resgate histórico desde a fundação da cooperativa e a trajetória até os dias atuais, destacando aspectos relacionados à gestão, governança e também aos fatores de sucesso, tais como: valorização do trabalho dos produtores rurais cooperados, treinamento e capacitação do quadro social, fidelização dos associados e estímulo à participação desses nas suas cooperativas e o trabalho pautado na honestidade, simplicidade e integração.

Um dos aspectos que chamou a atenção do público foi o rol de programas que a Aurora Alimentos executa para promover “Educação, formação e informação”, “Intercooperação” e “Interesse pela comunidade”, os três últimos princípios do cooperativismo. Para Maria Vandalva Lima, presidente do Conselho de Administração do Sicoob Coopere e Conselheira do SESCOOP/BA, a estratégia de executar programas que impactam no relacionamento com os associados é muito positiva e, considerando a experiência das cooperativas baianas, os projetos do Dia de Cooperar, por exemplo, poderiam virar programas mais efetivos e contínuos voltados para os associados e a comunidade.

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS

A programação do encontro também contemplou a apresentação dos resultados das ações realizadas pela OCEB e pelo SESCOOP/BA nesse ano e o que já está planejado para 2018, inclusive na área de comunicação. O SESCOOP/BA prevê a realização de mais de 350 ações para beneficiar 223 cooperativas espalhadas por diferentes municípios da Bahia e um público de mais de 7500 pessoas, dentre associados, funcionários e conselheiros das cooperativas baianas.

Esse momento de expor as ações realizadas também oportunizou a avaliação das cooperativas sobre a atuação do Sistema OCEB e o que pode melhorar a partir das suas experiências na gestão das cooperativas. O presidente da Cooperativa Educacional de Barreiras, Davi Schmidt, opinou sobre a necessidade de manter a realização de capacitações voltadas para contadores, advogados e conselheiros de administração e fiscal, pois ainda há um desconhecimento de muitos profissionais sobre as particularidades do cooperativismo e ao qualificá-los todas as cooperativas ganham.  

SOMOSCOOP

Na oportunidade, o superintendente do Sistema OCB, Renato Nobile, fez um apanhado das questões que foram pauta do ano para o cooperativismo brasileiro, destacando a atuação da OCB junto aos poderes executivo, legislativo e judiciário. Ele também fez o lançamento da campanha  SomosCoop e explicou a todos sobre o principal objetivo desse movimento de “conectar cooperativas, cooperados e integrantes do Sistema OCB em torno de uma única marca para tornar o cooperativismo conhecido e reconhecido na sociedade”. Ele aproveitou para ressaltar o quanto o Sistema OCEB tem amadurecido e promovido a qualificação dos seus funcionários e dos dirigentes, associados e empregados das cooperativas baianas.

O balanço positivo dos participantes ao final do Alinhamento Estratégico confirmou a relevância desse evento como um fórum para debater assuntos estratégicos e de interesse para o desenvolvimento do cooperativismo baiano. Todos saíram comprometidos em continuar o engajamento à causa cooperativista e conscientes dos desafios que ainda existem para tornar “o cooperativismo reconhecido pela sociedade por sua competitividade, integridade e capacidade de promover a felicidade dos cooperados”. 

Por ASCOM SESCOOP/BA

Confira algumas fotos clicando AQUI



VIII Encontro de Alinhamento Estratégico

29 de Novembro de 2017, 16:38, por Iasmin Santana - 0sem comentários ainda

O Sistema OCEB realizará nos dias 30 de novembro e 1 de dezembro o VIII Encontro de Alinhamento Estratégico. O evento é fechado e reunirá toda a estrutura de governança da OCEB e SESCOOP/BA, colaboradores do Sistema e convidados, buscando analisar o andamento do plano estratégico, analisando os resultados das ações realizadas e as que estão sendo planejadas para 2018.

Segue programação do evento:

1º dia (13 às 18h00) – 30/11/2017 – Quinta-feira

13h – Chegada no Hotel, check-in e almoço
14h30 às 15h – Abertura
15h às 18h - Apresentação dos Resultados da OCEB e do SESCOOP/BA em 2017

2º dia – 01/12/2017 – Sexta-feira

07h – Café da Manhã
08h às 08h30 – Abertura
08h30 às 10h30 – Palestra: Relacionamento da Cooperativa com o Associado e Associados e Cooperativa: Caso de Sucesso Cooperativa Central Aurora Alimentos – Marcos Antônio Zordan – Diretor de Agropecuária da Aurora Alimentos
10h30 às 12h – Debate sobre o tema
12h às 13h30 – Intervalo almoço
13h30 às 17h30 – Apresentação e discussão do Plano de Trabalho do Sistema Oceb para 2018 (Apresentações dos Planos da OCEB, do SESCOOP/BA e da Comunicação do Sistema OCEB)
17h30 – Encerramento e avaliações do evento



Gestão para excelência é tema do Alinhamento Estratégico 2016

29 de Novembro de 2016, 13:05, por Ana Paula Mamede - 0sem comentários ainda

O evento anual de alinhamento estratégico do Sistema OCEB, encerrado no último sábado, 19, teve um foco especial no tema da gestão para a excelência. Primeiro, com a brilhante palestra de Jairo Martins, Presidente da Fundação Nacional da Qualidade, instituição parceira do Sistema OCB na utilização do MEG (Modelo de Excelência de Gestão) como referência para o PDGC. Em seguida, Karla Tadeu, gestora do Sescoop Nacional, apresentou em detalhes os programas estratégicos das áreas de monitoramento e desenvolvimento de cooperativas: o Sinac, o PAGC, o PDGC e o GDA.

Para Jairo Martins, o setor cooperativista deve ser um dos pilares da economia brasileira nos próximos anos, mas para isso as cooperativas “terão que ter visão sistêmica e capacidade de analisar cenários e se adaptar a eles constantemente”. Instado a analisar comparativamente as cooperativas e as sociedades de capital, Martins ressalta: “as decisões de caráter colegiado das cooperativas requerem um alinhamento e uma comunicação ainda mais forte que das empresas, o que amplia o papel da governança. Mas quanto à visão sistêmica, à busca pela excelência, e ao papel da liderança, não se diferenciam: são princípios essenciais comuns”.

A demonstração de conformidade do Sistema OCEB foi feita pelos gestores Alberto Batista, Ially Carmo e Jussiara Caires, que expuseram as principais realizações e sua aderência ao previsto no planejamento estratégico para 2016. O encontro de alinhamento estratégico – que este ano contou com a presença de 60 pessoas, entre lideranças e gestores cooperativistas, além de funcionários do Sistema OCEB – tem por objetivo promover o compartilhamento das linhas de ação do Sistema cooperativista na Bahia e promover reflexões que levem ao desenvolvimento conceitual e prático do cooperativismo no estado.



Cooperativismo baiano discute comunicação como ferramenta estratégica de desenvolvimento

20 de Novembro de 2015, 14:26, por Iasmin Santana - 0sem comentários ainda

Discutir as nuances da comunicação, bem como seu papel de ferramenta estratégica de desenvolvimento do cooperativismo brasileiro. Este foi o foco da sexta edição do Encontro de Alinhamento Estratégico iniciado hoje pelo Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado da Bahia (OCEB). O evento e termina amanhã e conta com a participação do presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas.

O encontro é voltado aos integrantes dos conselhos diretor, fiscal, administrativo e de ética, além de gerentes e empregados, bem como os principais consultores e prestadores de serviços da unidade estadual da Bahia. O gerente de Planejamento do Sistema OCB, Emanuel Malta, e a gerente de Comunicação, Daniela Lemke, também prestigiaram o encontro e discorreram sobre suas áreas de atuação, bem como sobre a necessidade de se planejar os próximos passos, com vistas ao futuro que se almeja.

O presidente Márcio Freitas disse que discutir a contribuição da comunicação ao planejamento sistêmico é fundamental para que o movimento cooperativista obtenha o empoderamento de que tanto precisa para desenvolver-se.

“Estamos vivendo um momento econômico em que o cooperativismo deve ocupar os espaços e aproveitar as oportunidades. Por isso, temos de trabalhar nossas estratégias com foco na comunicação. Este instrumento é fundamental para mostrarmos à sociedade a força e a ética de nosso movimento. Apenas assim, planejados e organizados, é que poderemos aproveitar esta crise, afinal, vai mais longe quem sabe aonde quer chegar”, comenta o presidente do Sistema OCB.

Márcio Freitas também enfatizou que o Encontro de Alinhamento Estratégico é o momento de promover a integração regional. “Sem dúvida alguma estamos aqui para prestar contas, ouvir críticas, sugestões, demandas e as expectativas de quem vive a rotina cooperativista. Além disso, acredito que, por meio da união, é possível encontrar as melhores soluções e ideias”, argumenta.

Ele destacou, também, o trabalho da OCEB no sentido de desenvolver as cooperativas da Bahia, enfatizando o perfil de liderança ativa e inovadora existente no estado baiano, cujos resultados são excelentes. "A Bahia é uma referência quando se fala em persistência, resiliência e trabalho sério, sempre focado em planejamento e governança.”

PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO – O anfitrião, Cergio Tecchio, presidente da organização baiana, por sua vez, destacou a importância do evento para o desenvolvimento sustentável das cooperativas. “Este é um projeto desenvolvido há seis anos consecutivos. É quando toda a nossa equipe está reunida para, de forma coletiva, construir um planejamento organizado, de conhecimento global, com definição de funções e competências”, explica Cergio. Segundo ele, o encontro é um instrumento utilizado para nivelar todas as ações estratégicas com a equipe do Sistema OCEB de forma ampla e aprofundada.

Ao longo do encontro, estão sendo analisados, por exemplo, o andamento do plano estratégico do Sistema OCEB, bem como a execução de ações que foram e estão sendo planejadas para os próximos anos.

BREVE HISTÓRICO – Ao longo dos anos o Encontro de Alinhamento Estratégico passou a funcionar como um fórum para o debate entre os participantes. Neste ano, os participantes puderam assistir à uma palestra intitulada “A comunicação como estratégia para o desenvolvimento do cooperativismo”, ministrada pelo especialista em comunicação, José Luiz Tejon Mejido.

Ele explicou que é fundamental que o cooperativismo tenha uma comunicação sistêmica e forte para falar da essência do movimento à sociedade. "Precisamos impregnar as pessoas com os valores do cooperativismo, mas para isso, é necessário um poderoso processo de comunicação que os decodifiquem à família brasileira", explica.

O especialista afirma, ainda, que a mensagem do cooperativismo precisa ser fácil, simples e atraente e as cooperativas devem promover seus produtos assumindo a marca do movimento do qual fazem parte.

Fonte: OCB

Fonte: http://www.bahiacooperativo.coop.br/noticias/cooperativismo-baiano-discute-comunicacao-como-ferramenta-estrategica-de-desenvolvimento