Ir para o conteúdo
ou

VII Encontro de Alinhamento Estratégico

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Blog

31 de Janeiro de 2013, 0:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Gestão para excelência é tema do Alinhamento Estratégico 2016

29 de Novembro de 2016, 13:05, por Ana Paula Mamede - 0sem comentários ainda

O evento anual de alinhamento estratégico do Sistema OCEB, encerrado no último sábado, 19, teve um foco especial no tema da gestão para a excelência. Primeiro, com a brilhante palestra de Jairo Martins, Presidente da Fundação Nacional da Qualidade, instituição parceira do Sistema OCB na utilização do MEG (Modelo de Excelência de Gestão) como referência para o PDGC. Em seguida, Karla Tadeu, gestora do Sescoop Nacional, apresentou em detalhes os programas estratégicos das áreas de monitoramento e desenvolvimento de cooperativas: o Sinac, o PAGC, o PDGC e o GDA.

Para Jairo Martins, o setor cooperativista deve ser um dos pilares da economia brasileira nos próximos anos, mas para isso as cooperativas “terão que ter visão sistêmica e capacidade de analisar cenários e se adaptar a eles constantemente”. Instado a analisar comparativamente as cooperativas e as sociedades de capital, Martins ressalta: “as decisões de caráter colegiado das cooperativas requerem um alinhamento e uma comunicação ainda mais forte que das empresas, o que amplia o papel da governança. Mas quanto à visão sistêmica, à busca pela excelência, e ao papel da liderança, não se diferenciam: são princípios essenciais comuns”.

A demonstração de conformidade do Sistema OCEB foi feita pelos gestores Alberto Batista, Ially Carmo e Jussiara Caires, que expuseram as principais realizações e sua aderência ao previsto no planejamento estratégico para 2016. O encontro de alinhamento estratégico – que este ano contou com a presença de 60 pessoas, entre lideranças e gestores cooperativistas, além de funcionários do Sistema OCEB – tem por objetivo promover o compartilhamento das linhas de ação do Sistema cooperativista na Bahia e promover reflexões que levem ao desenvolvimento conceitual e prático do cooperativismo no estado.