Ir para o conteúdo
ou

Ramo Agropecuário

 Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Representantes das cooperativas do Ramo Agropecuário da Bahia discutem desenvolvimento do setor rural no Estado

17 de Julho de 2015, 18:32 , por André Felipe - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 16 vezes

O município de Luis Eduardo Magalhães, localizado a 942 km de Salvador, foi sede do Encontro das Cooperativas do Ramo Agropecuário na Bahia, evento que reuniu 25 representantes de 15 cooperativas, para debater assuntos importantes para o mercado agropecuário na Bahia. O Encontro abordou o financiamento do agronegócio, desafios à competitividade, caminhos para o desenvolvimento do setor rural na Bahia e a importância da criação do Fórum de Dirigentes do Ramo Agropecuário da Bahia.

A abertura do Encontro foi feita pelo Diretor do Ramo Agropecuário da OCEB, Carlos Meurer, juntamente com o Presidente do Sistema OCEB, Cergio Tecchio. O Presidente apresentou a situação atual e propostas do Sistema, além de dados inéditos sobre o ramo. “O Encontro do Ramo é uma oportunidade das cooperativas discutirem ações estratégicas do Ramo Agropecuário na Bahia” disse o Tecchio.

Logo após, representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), José Lamartine Távora Jr., e da Agencia de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Helder Falk, apresentaram as propostas das instituições representadas para as cooperativas do ramo agropecuário. Para Falk, o Encontro foi um bom começo para iniciar boas parcerias em negócios, entre as cooperativas e a Desenbahia.

No decorrer do evento, foi acordada a criação de um Fórum de Dirigentes do Ramo Agropecuário da Bahia com o objetivo de promover um intercâmbio para conhecer as diversas realidades das cooperativas do estado, bem como discutir assuntos de interesse em comum. Durante a discussão os representantes de cooperativas que estiveram presentes já se prontificaram a mobilizar outras cooperativas do ramo.

No segundo momento do Encontro as cooperativas COOPROESTE e COOPERFARMS abriram as portas e receberam os participantes em suas sedes para um intercâmbio de experiências que enriqueceu ainda mais o evento. “Hoje nós tivemos uma aula de cooperativismo na prática com as experiências destas duas cooperativas”, concluiu Cergio Tecchio.

“Hoje nós tivemos um grande crescimento na doutrina do cooperativismo. Nada mais humano e sustentável do que ele. Passei por quatro tipos de biomas para chegar aqui, na fronteira agrícola, para essa incrível troca de experiências, aprendizado e colher mais cooperativismo” relatou Jaymilton Gusmão Filho, Presidente da COOPMAC. “Agora é hora de colher os acertos para a COOPMAC, pois no cooperativismo não tem receita bolo, mas sim um foco, onde quem vai nos guiando são os nossos cooperados. Parabéns para o Sistema OCEB por essa atenção que nos fez colher bons frutos”, finalizou.  


Categorias

Agropecuário

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.