Ir para o conteúdo
ou

Thin logo

 Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Como a comunicação pode ajudar no crescimento da sua empresa

11 de Dezembro de 2017, 16:42 , por Iasmin Santana - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 8 vezes
Imagem comunicacao

Na era da informação, com diversas redes sociais e maneiras diferentes de interagir com o consumidor, as empresas esquecem de olhar para si mesmas. O cliente não pode ser o único foco de atenção. Muitas vezes, a saída para alcançar melhores resultados em um curto prazo está bem em frente ao gestor: os funcionários. Eles podem colocar a sua companhia em um nível diferente do atual – tanto um degrau acima quanto um abaixo.

Não basta contratar o melhor time. É preciso fazer uma boa gestão. E, em alguns momentos, simples mudanças nos hábitos de comunicação geram efeitos positivos. “A comunicação no mundo corporativo é essencial para a sobrevivência profissional”, afirma Mara Behlau, professora de comunicação para negócios e relações interpessoais do Insper“E as empresas precisam compreender que a forma de se comunicar com os seus colaboradores impacta diretamente em sua imagem.

Um bom planejamento passa pela comunicação

brasileiro tem a cultura de planejar pouco e de pensar que pode fazer as alterações necessárias de acordo com o andamento do projeto. Isso, no entanto, pode custar caro. No setor de infraestrutura, por exemplo, pesquisas apontam que o brasileiro costuma gastar apenas 20% do tempo de uma obra com planejamento. Na Alemanha, esse índice é de 50%. E é aqui onde se gasta mais dinheiro com essas obras.

planejamento é essencial para se conseguirem resultados assertivos e rápidos. Para isso, são necessários uma boa comunicação e um bom entendimento dos objetivos. Mais: ter a certeza de que toda a equipe está em sintonia com os próximos passos.

Não evite conversas pensando nos conflitos

Segundo Mara, diversos gestores ou colaboradores não se abrem uns com os outros por temerem represálias ou discussões. Isso cria uma espécie de cultura de silêncio, algo que é estimulado, até mesmo pela própria empresa. Afinal, na visão do mercado corporativo, quanto menos problemas existirem entre os funcionários, melhor. Mas não é bem assim. “É importante esclarecer que conflito não é briga, mas uma divergência de análises que deve ser estimulada”, diz a professora. “Especialmente se a empresa buscar soluções inovadoras e não mais do mesmo.”

Mudanças de mentalidade

Mentalidade é um conjunto de características que determina a forma como uma pessoa interpreta, age e reage perante diversas situações. A neurocientista americana Carol Dweck define dois tipos de mentalidade: a fixa, em que se acredita que talento e inteligência são estáticos, e a de crescimento, que prega o desenvolvimento dessas qualidades.

As empresas também podem ter esses dois comportamentos. E as que focarem apenas a mentalidade fixa vão ficar para trás no mercado. “Os gestores devem estimular a mentalidade de crescimento ouvindo seus liderados e reconhecendo tanto o resultado quanto o esforço deles”, diz Mara. “Isso favorece que cada pessoa consiga compreender a sua evolução.”

Reuniões são importantes, mas delimite horários

Estimular a comunicação não significa encher a agenda dos colaboradores com reuniões. Elas são importantes para a troca entre os times e para a criação de ações estratégicas. Mas não podem ser excessivas para não se tornarem desnecessárias.

De acordo com Mara, é preciso ter horário para começar e terminar, agenda definida e tempo suficiente para poder incluir outros temas importantes. Ou seja, o equilíbrio é fundamental. “A empresa não pode sofrer de ‘reunite’, que desmotiva os colaboradores e faz com que eles tenham a sensação de perda de tempo.”

Seja sempre simples

Gênios como o inventor italiano Leonardo da Vinci e o empresário americano Steve Jobs prezavam a simplicidade. O conceito também se aplica à comunicação. Simplificar a troca de informações entre funcionários economiza tempo. Então, esqueça a ideia de que é preciso ser rebuscado quando for oferecer um projeto ou discutir uma ideia. As pessoas estão preocupadas com o que você pode oferecer com o seu trabalho.

Segundo Mara, conversas de qualidade possuem três aspectos: controle do ambiente (quanto menos ruídos, melhor), conteúdo atraente (útil e relevante para quem ouve) e informações selecionadas (com o uso de uma estrutura simples de conversação). “Falar difícil é fácil, difícil mesmo é falar simples. Simplicidade na comunicação deve ser meta.”

 

Insper infogracc81fico 01

Fonte: https://exame.abril.com.br/carreira/como-a-comunicacao-pode-ajudar-no-crescimento-da-sua-empresa/amp/

 


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.