Ir para o conteúdo
ou

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Blog

31 de Janeiro de 2013, 0:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
A cooperativa de crédito é uma instituição financeira formada por uma associação autônoma de pessoas unidas voluntariamente, com forma e natureza jurídica próprias, de natureza civil, sem fins lucrativos, constituída para prestar serviços a seus associados. Assim, essa comunidade online é um ambiente digital voltado para promoção e diálogos sobre esse ramo do Cooperativismo.

CEO da UNICRED do Brasil participa de evento sobre transformação digital

20 de Agosto de 2017, 13:20, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

O CEO da UNICRED do Brasil, Fernando Fagundes, participou dia 15/08/17, em São Paulo, de uma mesa redonda sobre transformação digital no setor bancário.

Com a presença de cerca de 15 executivos de diversas empresas, o evento abordou quais os principais desafios das instituições financeiras no atual cenário, em que os clientes preferem cada vez mais os canais digitais. Os participantes falaram sobre como desenvolver uma melhor experiência bancária digital para o cliente; quais as estratégias para alavancar as receitas e reduzir custos com boa gestão de risco; como criar serviços e processos sem interrupção que sejam acessíveis nos diversos canais; quais estratégias de análise de dados para garantir a oferta no momento certo para o cliente; e como garantir segurança e proteger o cliente sem comprometer sua experiência. A partir da sua presença no WOCCU – Conferência Mundial das Cooperativas de Crédito, no mês passado, Fagundes comentou que o Brasil está muito avançado na questão digital. “Estamos na frente de muitos países, temos soluções muito mais modernas, mas ainda há um longo caminho para percorrermos”, comentou o CEO. Fagundes disse ainda que atualmente a UNICRED se apoiou em três pilares para iniciar a jornada de transformação digital, visando manter a excelência no atendimento e a perpetuidade do negócio: cultura, tecnologia e ecossistema. “Precisamos ter a visão do todo para conseguirmos diagnosticar os pontos de melhoria e dar continuidade àquilo que está dando certo. Esse trabalho envolve a integração da tecnologia ao negócio, garantindo a transformação digital de todo o ecossistema”, explicou. Segundo ele, o principal desafio da UNICRED é evoluir para uma operação Omnichannel, que se baseia na convergência de todos os canais utilizados por uma empresa. “Trata-se da possibilidade de fazer com que o cooperado não veja diferença na contratação de um produto nos canais (Caixa, ATM, Internet Banking e Mobile) , ou seja, ele pode iniciar uma operação em um determinado canal de atendimento e finalizar em outro”, finalizou Fagundes. O evento contou com o apoio da Unisys e foi mediado pelo jornalista especializado em tecnologia, Renato Cruz.

Share on:
WhatsApp

O post CEO da UNICRED do Brasil participa de evento sobre transformação digital apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Sicoob registra ativos de R$ 83,4 bilhões no primeiro semestre de 2017

20 de Agosto de 2017, 13:00, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

O lucro líquido no mesmo período foi de R$1,25 bilhão, avanço de 9,1%.

O desempenho no primeiro semestre de 2017 do maior sistema financeiro cooperativo do país, o Sicoob, foi positivo e manteve o patamar elevado dos números para o período, apesar da lenta recuperação da economia brasileira. Um dos principais destaques é o número de ativos totais. Foram R$ 83,4 bilhões registrados no primeiro semestre, um salto de 23,2% ante os R$ 67,7 bilhões alcançados no mesmo período do ano passado.

As cooperativas do Sistema encerraram o 1S17 com lucro líquido (sobras) de R$ 1,25 bilhão, um crescimento de 9,1% em relação ao mesmo período de 2016. Outro número relevante é o de novos associados: 412 mil, uma alta de 12,4% no período. “Esse número é muito importante para nós. Mostra que o público acredita cada vez mais no nosso sistema”, comenta o presidente do Sicoob, Henrique Castilhano Villares. “Creditamos este indicador à política dos melhores juros do nosso principal produto, o qual chamamos de confiança, que é o crédito”, afirma Villares.

Atualmente, mais de 3,7 milhões de pessoas contam com o amplo portfólio de produtos e serviços financeiros oferecidos pelas cooperativas. A rede de atendimento também cresceu e chegou a 2.626, um acréscimo de 146 novas agências, o que representa um aumento de 5,6% em relação período anterior. Consequentemente, a oferta de emprego avançou em 4,4% no Sistema, número positivo diante do cenário de desemprego que o país enfrenta. “Nesse semestre, 1.260 novos empregos foram gerados. Os números estão dentro das nossas perspectivas de avanço e mostram que o Sicoob está crescendo, trazendo gente nova ao Sistema e que as pessoas estão satisfeitas”, acrescenta o presidente.

O patrimônio líquido somou R$16,9 bilhões, uma alta de 13,9% se comparado ao primeiro semestre de 2016. Os depósitos do Sistema somaram R$ 52,9 bilhões, aumento de 23% em relação à 2016, com destaque para os depósitos a prazo, que evoluíram 24,1%, e os depósitos à vista que cresceram 23,9%.

Maiores e Melhores

Outro fator importante sobre os números positivos, é a recente publicação Melhores & Maiores da Revista Exame. Neste ano, o Sicoob subiu 12 posições na classificação e atualmente é o 39º colocado entre os 200 maiores grupos privados do País. O resultado reflete a inovação, agilidade e a essência da instituição: a economia compartilhada. “E isso mostra que estamos em uma posição diferenciada frente a economia, mostra que nosso negócio está crescendo, se consolidando”, completa Villares.

Sobre o Sicoob

O Sistema de Cooperativas Financeira do Brasil, Sicoob, possui 3,7 milhões de cooperados em todo o país e está presente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. É composto por 476 cooperativas singulares, 16 cooperativas centrais e a Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob (Sicoob Confederação). Integram, ainda, o Sistema, o Banco Cooperativo do Brasil do Brasil (Bancoob) e suas subsidiárias (empresas de: cartões, consórcios, DTVM, seguradora, previdência) provedoras de produtos e serviços especializados para cooperativas financeiras. A rede Sicoob é a sexta maior entre as instituições financeiras que atuam no país, com mais de 2,6 mil pontos de atendimento. As cooperativas inseridas no Sistema oferecem aos cooperados serviços de conta corrente, crédito, investimento, cartões, previdência, consórcio, seguros, cobrança bancária, adquirência de meios eletrônicos de pagamento, dentre outras soluções financeiras.

Mais informações acesse: www.sicoob.com.br

Share on:
WhatsApp

O post Sicoob registra ativos de R$ 83,4 bilhões no primeiro semestre de 2017 apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Transformação digital é questão de sobrevivência para o mercado financeiro

17 de Agosto de 2017, 2:06, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

A transformação digital é uma realidade que permeia o mundo corporativo, principalmente o mercado financeiro. Uma enxurrada de inovação na indústria financeira está fazendo com que as instituições se reinventem e renovem constantemente. Meios de pagamento virtuais e diversas outras alternativas digitais estão abrindo os olhos e as mentes dos consumidores para novas possibilidades de se realizar transações financeiras. Com economias mais dependentes da entrega de informações digitais, as instituições são desafiadas a fornecerem serviços inovadores e modernos.

Atualmente, quase não precisamos mais ir a uma agência bancária ou a uma unidade de negócios, no caso da UNICRED. É possível resolver quase tudo na palma da mão, por meio do smartphone. Além de buscarmos formas eficazes de adquirir novos clientes, precisamos, acima de tudo, fortalecer os laços com nossos atuais cooperados e o universo mobile ajuda muito nesta missão.

No entanto, de nada adianta investir milhões de reais em novas tecnologias se não houver segurança digital. Ao oferecer transações por meio de aplicativos, por exemplo, a instituição tem que pensar em como assegurar ao cooperado que seus dados serão preservados. Nessa jornada de transformação digital, fatores como segurança, estabilidade e desempenho dos sistemas continuam a ser as maiores preocupações.

De acordo com a Pesquisa de Tecnologia Bancária 2017 da Febraban, realizada pela Deloitte, o mobile banking superou pela primeira vez o internet banking e já responde por 34% do total das transações, ou seja, 21,9 bilhões de transações bancárias de 2016. Com o cliente conectado por meio dos dispositivos móveis a maior parte do tempo, é ele quem dita as regras da transformação digital. Não podemos deixar de destacar algumas das tecnologias disponíveis para apoiar o mercado financeiro nesta empreitada: soluções de big data, para análise de dados que tragam valor para o negócio, Internet das Coisas, inteligência artificial e sistemas cognitivos, entre outras.

Acompanhando essa tendência, o aplicativo UNICRED Mobile já passou por atualização e está sempre em evolução. Por meio dele o cooperado pode pagar suas contas de consumo ou boletos com praticidade e segurança, seja por digitação, pela câmera ou via leitor de PDF, além de fazer transferências, consultar saldos e extratos, inclusive de seus investimentos. Além disso, é possível se associar à UNICRED por meio do app Unicred Associe-se.

É importante salientar que toda e qualquer iniciativa de transformação digital deve ser conduzida com muita cautela, pois envolve as normas de compliance exigidas pelos órgãos reguladores que as instituições financeiras precisam atender.

Por Fernando Fagundes, CEO da UNICRED do Brasil

Share on:
WhatsApp

O post Transformação digital é questão de sobrevivência para o mercado financeiro apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



200 anos do nascimento de Friedrich Wilhelm Raiffeisen

16 de Agosto de 2017, 16:46, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

“O que uma pessoa sozinha não pode alcançar,
é alcançado por muitos”
Friedrich W. Raiffeisen

A ideia de criar uma cooperativa é o trabalho da vida de Friedrich Wilhelm Raiffeisen. Em 30 de março de 2018, ele completaria teria 200 anos – e sua ideia é hoje mais relevante do que nunca. Hoje, mais de 22 milhões de alemães e mais de 800 milhões de pessoas em todo o mundo são membros de uma cooperativa, e os números estão crescendo. Seja na busca por habitação a preços acessíveis, bancos inovadores ou um fornecimento de energia independente, as pessoas desejam um sistema econômico que proporcione prosperidade para muitos, e não para os poucos.

O Raiffeisen Year 2018 quer comemorar o pioneirismo desta ideia e levar um debate sobre o futuro modelo “Raiffeisen”: quais as questões do nosso tempo as cooperativas podem resolver? Todos estão convidados a refletir sobre isso.

 

 

Share on:
WhatsApp

O post 200 anos do nascimento de Friedrich Wilhelm Raiffeisen apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Cooperativismo de crédito do Brasil está entre os melhores do mundo

10 de Agosto de 2017, 13:41, por Portal do Cooperativismo Financeiro - 0sem comentários ainda

O cooperativismo brasileiro de crédito fez bonito na Conferência Mundial do Woccu (World Council of Credit Unions ou Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito, em português). O evento ocorreu em Viena, na Áustria, entre os dias 23 e 26 de julho e a delegação do Brasil foi a segunda maior em número de participantes. No total, 176 pessoas levaram o verde e o amarelo para as discussões a respeito dos desafios e oportunidades que envolvem o segmento em nível mundial.

O superintendente do Sistema OCB, Renato Nobile, foi um deles. “O evento foi uma excelente oportunidade de troca de experiências. Como o Brasil teve casos de sucesso para serem apresentados, percebemos que estamos bastante avançados em questões relacionadas à regulação e, também, às ligadas à marca das cooperativas de crédito, por exemplo. Não tenho dúvida de que o as cooperativas brasileiras estão fazendo seu dever de casa com muita propriedade e, por isso, sendo reconhecidas em nível mundial. Elas estão de parabéns!”, avalia Nobile.

O EVENTO

O Woccu atua para promover o desenvolvimento sustentável das cooperativas de crédito por meio de programas de assistência técnica a fim de fortalecer o seu desempenho financeiro e alcance em âmbito mundial. A entidade registrou, em 2015 (últimos dados consolidados), 60,5 mil cooperativas de crédito em 109 países, totalizando 223 milhões de associados.

CONFIRA A AVALIAÇÃO DOS REPRESENTANTES DO BRASIL

FUTURO

“A Unicred pôde absorver importantes conceitos e novidades referentes à concessão de crédito no mundo, em especial de países onde o cooperativismo supera a preferência dos cidadãos em relação ao sistema bancário tradicional. Foram várias plenárias que apresentaram temas como a colaboração da tecnologia para o crescimento das cooperativas, destacando a tecnologia blockchain, a proteção dos dados dos cooperados e os ataques cibernéticos que colocam a segurança das transações em risco. Além disso, ficou claro que a tendência mundial é justamente a vertente em que a Unicred vem trabalhando: crescer de forma sustentável, sempre com um atendimento diferenciado ao associado.” Paulo Barcellos – presidente do Conselho de Administração da Unicred do Brasil

DESTAQUE

“O ano de 2017 tem sido muito importante para o nosso Sistema e o setor cooperativista financeiro. A participação do Sicoob na Conferência Mundial das Cooperativas de Crédito nos coloca em um patamar de excelência no cenário financeiro mundial com a certeza de que estamos caminhando na direção certa. Pela primeira vez, dirigentes do Sicoob ministraram palestras durante o evento o que nos proporcionou destaque internacional. A nossa participação no encontro nos posicionou como referência diante de outros sistemas cooperativos espalhados pelo mundo inteiro, principalmente, em termos tecnologia.” Henrique Castilhano Vilares – presidente do Sicoob Confederação.

ORGULHO

“Tivemos a oportunidade de falar sobre temas estratégicos para o cooperativismo de crédito, além de diversos compartilhamentos, intercâmbios e inspirações. Observamos que os mesmos fundamentos cooperativistas permeiam as cooperativas de crédito do mundo todo, que caminham juntas pela mesma causa. João Tavares, presidente executivo do Banco Cooperativo Sicredi, ainda nos abrilhantou com uma série de informações em torno de todas as questões que envolvem o setor. Além disso, temos muito orgulho dos projetos inscritos no programa World Young Credit Union People (Wycup). É o mundo reconhecendo o que nós, do Sicredi, fazemos diariamente: valorizando os talentos inovadores de nossos colaboradores.” Manfred Alfonso Dasenbrock – presidente da SicrediPar, da Central Sicredi PR/SP/RJ e conselheiro do Woccu

DADOS DO COOPERATIVISMO DE CRÉDITO NO BRASIL

– As cooperativas de crédito promovem o desenvolvimento econômico e asseguram o exercício da cidadania pela inclusão financeira, a partir de um trabalho de educação financeira junto aos associados.
– O Sistema Nacional de Crédito Cooperativo, caso fosse considerado um grupo financeiro, representaria a 6ª maior instituição financeira do país;
– Estamos em 95% dos municípios brasileiros, sendo que em 564 deles a cooperativa é a ÚNICA forma de inclusão financeira disponível na região.
– Ativos: R$ 221 bilhões (base: dez/16)
– Operações de de Crédito: R$ 81,8 bilhões (base: dez/16)
– Depósitos: R$ 103 bilhões (base: dez/16)
– Patrimônio Liq.: R$ 36,6 bilhões (base: dez/16)

Segundo dados do Banco Central do Brasil:

– Total de cooperativas: 1.033;
– Total de cooperados: mais de 9 milhões;
– Empregados: mais de 48.455 mil;
– Pontos de atendimento: 5.714; – Média de idade de um membro de cooperativa de crédito no Brasil: 45 anos;
– Porcentagem de mulheres associadas a cooperativas de crédito: 41,7%
– Porcentagem de mulheres em Conselhos de Administração: 12,36%
– Porcentagem de mulheres em Conselhos Fiscais: 21,64%
– Porcentagem de mulheres CEOs: 9,13%

Fonte: www.somoscooperativismo.coop.br

Share on:
WhatsApp

O post Cooperativismo de crédito do Brasil está entre os melhores do mundo apareceu primeiro em Portal do Cooperativismo Financeiro.



Categorias

Gestã de Pessoas em Cooperativas, Desenvolvimento territorial, Finanças Solidárias, Crédito, Crédito e finanças
Tags deste artigo: crédito finanças banco cooperativa