Ir para o conteúdo
ou

Bahiacoop 2012

Tela cheia

OCEB - Sescoop/BA

2 de Outubro de 2014, 14:22 , por André Felipe - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 16 vezes

OCEB: representação e defesa das cooperativas

O Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado da Bahia - OCEB é uma sociedade civil sem fins lucrativos fundada em 16 de junho de 1970, filiado à Organização das Cooperativas Brasileiras – OCB.

A OCEB atua em quatro diferentes frentes: representa as cooperativas baianas junto ao Governo e demais instituições; é órgão sindical patronal; defende os interesses das cooperativas perante as autoridades e a sociedade; além de ser órgão de apoio técnico consultivo ao Governo quando de interesse do Cooperativismo.

Missão - Representar o sistema cooperativista baiano, respeitando a sua diversidade e promovendo a eficiência e a eficácia econômica e social das cooperativas.

Visão - Ser reconhecida como entidade de excelência, promotora da sustentabilidade do cooperativismo na Bahia e do desenvolvimento socioeconômico das pessoas que o integram.

 

Sescoop: capacitação para a ação cooperativa

O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado da Bahia – Sescoop/BA é uma entidade de formação cooperativista e promoção social, que oferece ensino profissional aos cooperados e empregados das cooperativas, além de monitorar as atividades das cooperativas filiadas ao Sistema.

Fundado em 01 de novembro de 1999, o Sescoop Bahia é vinculado ao Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado da Bahia - OCEB, além de integrar o Sistema Cooperativista Nacional.

Missão - Promover o desenvolvimento do cooperativismo de forma integrada e sustentável, por meio da formação profissional, da promoção social e do monitoramento das cooperativas baianas, respeitando sua diversidade, contribuindo para sua competitividade e melhorando a qualidade de vida dos cooperados, empregados e familiares.

Visão - Ser reconhecido por sua excelência em formação profissional cooperativista, como promotor da sustentabilidade e da autogestão das cooperativas baianas e como indutor da qualidade de vida e bem-estar social de cooperados, empregados e familiares.